Jornal polonês comemora: “Paulo Sousa voa para fora do Flamengo”

Ainda revoltada com o ex-técnico da seleção, a mídia ressalta que os brasileiros “o conheceram mais rápido do que qualquer um suspeitava”

atualizado 10/06/2022 15:37

Capa de jornal polonês comemora saída do técnico português Paulo Sousa da Flamengo. Abaixo do texto, foto dela no campo em dia de chuva apontando pra cima e gritando - MetrópolesReprodução

A manchete do jornal Fakt, de Praga, revela toda a euforia dos poloneses com a demissão do técnico Paulo Sousa: “Fim disso! Paulo Sousa voa para fora do Flamengo. Eles o conheceram mais rápido do que qualquer um suspeitava”.

Em dezembro, quando o Flamengo foi procurá-lo, Sousa era técnico da seleção da Polônia, que lutava por uma vaga na Copa do Mundo. A Federação Polonesa, num primeiro momento, não queria liberá-lo, mas ele pagou do próprio bolso uma multa equivalente a R$ 2 milhões e veio embora para o Brasil.

Na época, o portal Weszlo foi impiedoso na crônica sobre a sua decisão de abandonar a Polônia:

“O homem de cabelos grisalhos revelou-se um ímpio grisalho, pois no Natal resolveu transmitir ao presidente Kulesza que não ligava para esse pessoal e preferia trabalhar no Brasil…  Ele vai se defender e falar algo sobre o fim do ciclo, mas não vou mudar de ideia.  Fraude.  Ele estava aproveitando a unidade, sobre o Papa, enganando-o até o fim que ele estava focado na Rússia e nos play-offs, mas na primeira ocasião interessante ele negociou um emprego em outro lugar.  Então, bem, é um trapaceiro, de que outra forma chamar uma pessoa que diz A e faz B. Possivelmente mentirosa, então Sousa pode escolher.  Traidor ou mentiroso”, disse o portal.

E complementou: “Em breve ele irá à conferência do Flamengo e contará que esse clube é grande, grande, como a estátua de Jesus no Rio de Janeiro.  Porque ele vai preparar algo em sua retórica fabulosa.  Só os dados mudam com ele, quando trabalhar na República Tcheca, ele vai começar a elogiar os bolinhos, como no Japão, vai elogiá-los pela pontualidade.  Em nosso país, ele associava o papa, ele não queria fazer mais pesquisas (como fez ao longo de seu mandato)”.

Agora, com o fracasso e a demissão de Paulo Sousa, os poloneses estão de peito lavado.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias