Galvão Bueno vira estrela nesta Copa, com mais publicidade que Neymar

Liberado pela Globo para fazer propaganda, o narrador só fica atrás de Vinícius Júnior em número de clientes

atualizado 24/11/2022 7:02

Galvão Bueno, locutor brasileiro - Metrópoles Reprodução

Livre da Covid pela segunda vez, Galvão Bueno está pronto para narrar a estreia do Brasil na Copa do Mundo, nesta quinta-feira (24/11), no que deve ser a sua despedida dos microfones da Globo.

Há décadas, Galvão virou uma espécie de “voz do Brasil” em Copas do Mundo. E, não por acaso, o narrador “entra em campo” no Catar como um garoto-propaganda mais prestigiado que Neymar, que tem contratos com Budweiser, Sadia e Puma.

Liberado pela primeira vez para usar sua imagem em anúncios comerciais, o locutor global tem acordos firmados – segundo levantamento do Notícias na TV –  com oito patrocinadores: Pixbet, Ambev, Tik Tok, Americanas, Visa, banco IQI Investimentos, Johnny Walker e Petrobrás. Os números estimados são de R$ 1 milhão por cada uma das parcerias.

Em termos de volume de patrocínios, Galvão Bueno só fica atrás de Vinícius Júnior, do Real Madrid, que divulga oficialmente as marcas Zé Delivery, Nike, EA Sports, Vivo, Casas Bahia, BetNacional, OneFootball, JetEngage, Golden Concept, Royaltiz e Pepsi.

Saúde, Galvão, muita saúde para soltar o grito de “É hexa! É Hexa!”, no final desta Copa do Mundo.

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu celular? Entre no canal do Metrópoles no Telegram e não deixe de nos seguir também no Instagram!

Mais lidas
Últimas notícias