Do Bronx dá show e desafia McGregor: “Você vai vir ou vai correr?”

Numa noite memorável do UFC, lutador brasileiro começou em desvantagem, mas conseguiu mais uma vitória aplicando um “mata-leão

atualizado 08/05/2022 8:32

Por não ter batido o peso na véspera do UFC 274, em Phoenix (EUA), o brasileiro Charles do Bronx entrou no octógono, na madrugada deste domingo (8/5), sabendo que, mesmo se derrotasse o norte-americano Justin Gaethje, não recuperaria o cinturão do peso-leve.

E foi uma luta espetacular, com vitória fulminante de Do Bronx. Ele finalizou Justin Gaethje  no primeiro round, e mostrou que está pronto para reconquistar o título dentro do octógono, contra um adversário que o Ultimate ainda vai definir. 

Charles do Bronx e Justin Gaethje foram para a trocação franca logo no início da luta. Impecável em seus golpes, o americano levou o brasileiro a knockdown duas vezes em sequência, com fortes golpes de direita. 

Depois Charles reagiu e balançou Justin com um cruzado. A partir disso, veio a recuperação e uma vitória memorável do brasileiro.

Sem se intimidar, Charles do Bronx partiu para cima, aplicou um forte golpe de direita, que derrubou Justin Gaethje. Na sequência, já no solo, o faixa-preta de Jiu-Jitsu chamou para a sua principal especialidade, conseguiu uma bela transição para as costas e, esbanjando técnica, aplicou um justo mata-leão, que forçou os três tapinhas do americano.

Mal comparando, teve até alguma semelhança com as últimas vitórias do Real Madrid na Champions League, porque Do Bronx estava em desvantagem no início e conseguiu uma virada espetacular e inesperada pelos comentaristas, torcedores e apostadores em geral. 

“Deixa eu mandar um recado para a divisão. Eu sou um problema para a divisão. Eu sou um iluminado, o Homem lá de cima escreveu. Tem alguma coisa de errado aqui, o campeão se chama Charles Oliveira. Eu bati o meu peso e vocês tiraram o meu cinturão. Hey, Dana White, eu não quero saber o nome, quando ou onde vai ser. Você falou que eu podia escolher, né? Conor McGregor, você vai vir ou vai correr?”, disparou o brasileiro após a luta.

Todas as lutas do UFC 274

CARD PRINCIPAL
Charles do Bronx venceu Justin Gaethje por finalização aos 3min22s do R1
Carla Esparza venceu Rose Namajunas por decisão dividida (47-48, 49-46 e 48-47)
Michael Chandler venceu Tony Ferguson por nocaute aos 17s do R2
Ovince St. Preux venceu Maurício Shogun por decisão dividida (29-28, 29-28 e 30-27)
Randy Brown venceu Khaos Williams por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
CARD PRELIMINAR
Francisco Massaranduba venceu Danny Roberts por decisão unânime (29-28, 30-26 e 30-27)
Macy Chiasson venceu Norma Dumont por decisão dividida (30-27, 28-29 e 30-27)
Brandon Royval venceu Matt Schnell por finalização aos 2min14s do R1
Blagoy Ivanov venceu Marcos Pezão por decisão unânime (triplo 29-28)
André Fialho venceu Cameron VanCamp por nocaute aos 2min35s do R1
Tracy Cortez venceu Melissa Gatto por decisão unânime (triplo 29-28)
CJ Vergara venceu Kleydson Rodrigues por decisão dividida (29-28, 28-29 e 29-28)
Lupita Godinez venceu Ariane Sorriso por decisão unânime (30-27, 30-26 e 30-26)
Journey Newson venceu Fernie Garcia por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Para acompanhar as atualizações da coluna, siga o “Futebol Etc” no Twitter; e também no Instagram.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias