Carros em uma velocidade e precisão que você ainda não viu.

O que levar em conta na hora de comprar um carro? 

Preço, condição de financiamento, consumo, marca, capacidade do porta-malas, custo do seguro, tecnologia...Saiba o que o brasileiro valoriza

atualizado 24/11/2021 13:19

Uma pesquisa da Webmotors Autoinsights mostra que oito (77%) em cada 10 brasileiros  pretende comprar carro ou moto na Black Friday. Foram quase 4 mil entrevistados, que estão de olho em melhores taxas (57%) e condições de pagamento (48%). Mas o que deve ser observado pelo comprador na compra de um automóvel, na Black Friday ou não? 

Outra pesquisa, desta vez feita pela OLX, plataforma de compra e venda de veículos, mostra que o preço e a segurança ofertados pelos modelos são fatores decisivos. O estudo Brand Health Tracker 2021 revela que preço e segurança são seguidos pelo consumo de combustível, conforto, manutenção, marca, tecnologia, espaço interno/porta-malas e custo de seguro – nesta ordem.

“A tomada de decisão para adquirir um automóvel se baseia na demanda. O consumidor quer comprar um carro porque a família cresceu, ou porque precisa de um porta-malas maior, ou porque vai se tornar motorista de aplicativo, por exemplo”, explica Flávio Passos, vice-presidente de Autos e Comercial da OLX. “E fica evidente na pesquisa que, seja qual for a necessidade de cada um, o custo-benefício ainda é relevante na escolha do modelo e do ano do carro”, ressalta.

A pesquisa também notou um aumento de 14 p.p. na quantidade de pessoas que comercializam automóveis – em que 54% deles se identificaram como compradores e vendedores. Isso significa que a maioria das pessoas pretende vender o automóvel que já possui para comprar outro. O estudo também revelou a diminuição de 8 p.p. daqueles que se dizem compradores, com um total de 17%, mostrando um cenário mais contido dentre aqueles que utilizariam suas economias para adquirir um veículo. A comparação é feita entre a pesquisa atual de 2021 e a anterior de 2020.

Os entrevistados foram questionados sobre o quanto seria importante a digitalização na jornada de compra e venda de veículos. A maioria afirmou que deseja processos menos burocráticos e mais digitais como os trâmites relacionados ao levantamento do histórico veicular (81%), à transferência de documentação (79%) e às tratativas com os Detrans (76%).

Outro estudo, desta vez realizado pela Route Automotive nas nove principais regiões metropolitanas do país, mostra outros fatores decisivos na escolha de carro – neste caso, 0km: design, potência do motor, cor etc.  No entanto, são preponderantes os equipamentos que garantem o conforto, a segurança e, cada vez mais, a conectividade. O trabalho constatou, por exemplo, que 79,7% dos brasileiros fazem questão do ar-condicionado. Em segundo lugar, com 55,5%, está o sensor de ré. 

Foram ouvidas 575 pessoas (52% homens e 48% mulheres) com mais de 18 anos em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Amazonas, Paraná, Pernambuco, Pará e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

Segundo o diretor da Route Automotive, Wladimir Molinari, o perfil dos compradores mudou no decorrer dos últimos anos. Ele diz que itens que melhoram o bem-estar do motorista e dos passageiros, cada vez mais valorizados, levam as montadoras ao desenvolvimento constante dos seus modelos.

“As montadoras estão em uma verdadeira disputa pelo modelo que oferece o melhor kit multimídia, o melhor ar-condicionado etc. E quem ganha com isso são os consumidores”, avalia Molinari.

A segurança é outro fator determinante: 23,9% dos entrevistados se dispõem a pagar mais para ter a câmera 360 graus, e 21,7%, pelo monitor de ponto cego. A conectividade também vem ganhando relevância: 55,5% pagariam um valor adicional para ter o aplicativo no carro e 46,3%, para ter o serviço de assinatura mensal.

“O consumidor não aceita um veículo sem itens de segurança básica, como airbag, freios ABS e travamento de portas. Porém, itens de conectividade, além de oferecerem conforto, aumentam a sensação de segurança por se ‘conectarem’ full-time com a montadora”, destaca Molinari.

 


Curiosidades

 

O top 10 da tecnologia

Pesquisa da empresa americana AutoPacific, e divulgada pela Mobiauto, mostra quais equipamentos tecnológicos são mais procurados pelos consumidores norte-americanos. O trabalho envolveu 100 itens e 90 mil compradores. Veja os dez itens mais procurados:

  1. Aquecimento dos assentos: 66% dos entrevistados afirmaram buscar o item
  2. Monitoramento de ponto cego: 60%

  1. Sensores de estacionamento dianteiro e traseiro: 55%
  2. Tração nas quatro rodas: 54%
  3. Alerta de troca de faixa: 54%
  4. Apple CarPlay e Android Auto: 53%
  5. Banco do passageiro da frente com ajuste elétrico: 52%

  1. Iluminação de LED: 52% 
  2. Ventilação ou resfriamento de assentos: 50%
  3. Banco do motorista com memória: 49%

 

Mais lidas
Últimas notícias