As curiosidades, tendências e novidades do mundo pet

Estudante se recusa a deixar Ucrânia sem o cachorro de estimação

Este estudante viralizou nas redes sociais ao se recusar a sair da Ucrânia e deixar o cachorro para trás

atualizado 23/03/2022 15:25

Na foto vemos um homem com blusa de frio e capuz segurando um cachorro com colete azul. Com a outra mão ele tira selfie no espelho do elevador - MetrópolesFoto: Reprodução/Cães Online

“Sem Malibu, nunca!”. Estas palavras ficaram famosas nas redes sociais. Elas se referem à determinação de um jovem estrangeiro, que se recusou a deixar a Ucrânia sem o melhor amigo: um cachorro, mesmo com os combates se aproximando da cidade em que morava.

Rishabh Kaushik é o determinado estudante indiano que não aceitou salvar-se, mas deixar o cachorro para trás. Ele estava cursando o 3º ano de Engenharia de Software na Universidade Nacional de Karkhiv, a segunda maior cidade da Ucrânia.

Tudo estava indo bem na vida de Rishabh, até o início da guerra que envolve o país e a Rússia. As invasões tiveram início no leste da Ucrânia e avançaram em direção ao sul, no litoral do mar Negro, mas em poucos dias alguns batalhões passaram a bombardear outros alvos.

Kiev, a capital da Ucrânia, e Karkhiv, a segunda cidade mais populosa, centro de produção científica do país, estavam entre os novos polos da guerra. Rishabh precisou abandonar a rotina de estudos e pesquisas para proteger-se em bunkers e abrigos improvisados – sempre ao lado de Malibu, o adorado cachorro.

A Ucrânia atrai grande número de estudantes universitários. De acordo com dados oficiais, 76 mil estrangeiros estudam no país – 20 mil deles originários da Índia. O excelente padrão acadêmico e o custo de vida mais baixo, em relação a outras nações europeias, estão entre os motivos da atração.

A fuga
A Rússia já vinha posicionando tropas militares nas fronteiras com a Ucrânia desde o final de 2022, especialmente no leste do país (as regiões russófonas de Lugansk e Donetsk, cuja independência foi reconhecida pelo Kremlin nos primeiros dias do conflito). No oeste do país, no entanto, a vida transcorria de maneira quase normal, até que os primeiros ataques se concretizaram.

Logo na primeira semana de guerra, as autoridades diplomáticas de diversos países – entre eles, a Índia – movimentaram-se para retirar os seus cidadãos do país conflagrado. Tudo estava acertado para o estudante deixar a Ucrânia, ainda em 20/02, antes da primeira invasão russa.

Com o voo programado, Rishabh tratou de organizar a documentação e a passagem. Foi então que ele descobriu: a retirada do país em guerra não previa o transporte de Malibu, o cachorro.

Confira a matéria completa no Cães Online, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias