As curiosidades, tendências e novidades do mundo pet

Cães e gatos também precisam seguir dieta: veja opções

Saiba mais sobre o sódio na alimentação dos pets

atualizado 25/05/2021 18:17

Cachorro e gatoShutterstock

O sódio na alimentação de pets é de extrema importância para uma saúde ótima, e a quantidade desse macroelemento na dieta animal é consideravelmente maior, não sendo prejudicial como seria aos humanos. Os alimentos industrializados convencionais (ração) são balanceados e formulados conforme as necessidades de cada fase da vida.

Além disso, eles seguem as recomendações nutricionais descritas pelo Conselho Nacional de Pesquisa da Academia Nacional de Ciências (NRC) dos EUA, pela Federação Europeia da Indústria de Alimentos para Animais de Estimação (FEDIAF) e, claro, pela Associação Brasileiras da Indústria de Produtos para Animais de Estimação Abinpet (Abinpet). Por isso, as dietas não convencionais, como a dieta caseira, quando bem formulada e prescrita, também não trazem riscos quanto à quantidade de sódio na alimentação.

O sódio faz parte de vários sistemas do organismo do animal, sendo responsável, por exemplo, pelo equilíbrio ácido-básico e pela utilização da glicose, que é a fonte de energia para as células e para os animais. A glicose só consegue ser utilizada se um sódio auxiliar sua entrada pela membrana. Desta forma ele se torna indispensável para o trabalho celular.

Esse mineral também participa da absorção de diversos nutrientes da dieta e é responsável pela contração muscular do coração, resultando nos batimentos cardíacos por meio da bomba de sódio-potássio. Para ter contração dos demais músculos, também se precisa desse mineral. Os impulsos nervosos decorrem através do uso da bomba de sódio-potássio nos neurônios, tornando-o necessário também para a transmissão nervosa.

Leia a matéria completa no portal Alto Astral.

Últimas notícias