As curiosidades, tendências e novidades do mundo pet

10 curiosidades incríveis sobre os cães da raça border collie

Além de simpáticos e fofos, os collies são os cachorros mais inteligentes do mundo. Eles ocupam o 1º lugar no ranking de inteligência canina

atualizado 15/03/2020 13:06

Cachorro da raça border collieReprodução/Baptist Standaert

Além de simpáticos e fofos, os cãezinhos da raça border collie são os mais inteligentes do mundo. Esse peludinho ocupa o 1º lugar no ranking de inteligência canina feito por Stanley Coren. Por essa razão, os collies são usados com frequência em comerciais.

No Brasil, a raça ainda não é muito popular e ocupa a 17º posição no ranking de popularidade canina no país. Mas em matéria de fofura não tem para ninguém, logo, o Metrópoles separou 10 curiosidades incríveis sobre o border collie.

Confira:

1- Pastor de ovelhas

Nos anos de 1800, existia uma grande variedade de cães pastores na Grã-Bretanha, entretanto, a maioria dos criadores de ovelhas não estavam felizes com esses animais pois eles latiam e mordiam as ovelhas com frequência. Com isso, os criadores decidiram realizar um campeonato entre esses cãezinhos para tentar achar uma raça que conseguisse se sair melhor no cargo de pastor de ovelhas.

Quem ganhou o concurso? Um cachorrinho chamado Hemp. Ele conseguiu conduzir o rebanho apenas intimidando a ovelha parando na frente dela, sem latidos ou mordidas. Os criadores de ovelhas ficaram tão impressionados que decidiram que Hemp deveria procriar. A partir daí, Hemp teve vários filhotinhos e foi considerado o “pai dos collies”.

2 – O padrão dele era por comportamento

Diferente de quase todas as raças, o padrão do border collie não era definido por padrões físicos ou tonalidades. Os padrões eram baseados em suas habilidades e inteligência, e em 1906, ele era conhecido apenas como sheepdog. Mas os criadores dos collies não estavam felizes com isso. Então em 1995, o American Kennel Club (AKC) o reconheceu como uma raça levando em consideração os padrões estéticos.

3 – Rei dos campeonatos caninos

Por sua inteligência, não é difícil imaginar que os cãezinhos da raça border collie se destacariam em competições. Ao longo do tempo, a raça se tornou uma das mais competitivas em campeonatos de obediência. Além disso, ele entrou para o circuito de exposições, se tornando um dos preferidos para os fãs de grandes competições.

4 – O tutor precisa ter muita energia

Os collies, se fossem humanos, seriam basicamente atletas olímpicos. Esse cãozinho é um grande corredor e tem energia para dar e vender. Por isso, o futuro tutor deve ter em mente que ter um cãozinho desse requer tempo para brincar e praticar atividades físicas com ele. Os collies necessitam de 90 minutos de atividade física por dia. Com tanta energia, o border collie não pode ser criado em apartamento ou em ambientes pequenos, pois ele pode ficar ansioso, triste e estressado.

5 – Ele não é apenas preto e branco

Ao contrário do que muitos pensam, os cãezinhos da raça border collie podem apresentar as cores cinza, castanho, creme, prata, branco e várias misturas entre essas cores. Entretanto, a pelagem mais popular dos collies é o preto e branco. E raramente eles vão apresentar apenas uma cor.

6 – Border Collie x Crianças

Os collies são animais muito apegados a família, logo, são protetores e podem ser bastante reservados com estranhos. Já com as crianças, eles se adaptam bem, mas é recomendável que ele conviva com crianças mais velhas. Eles podem se tornar grandes amigos nas brincadeiras.

7 – Precisam de adestramento

Os cães da raça border collie precisam de adestramento ainda quando filhotes, para evitar alguns vícios de comportamento, como mordidas e xixi em locais inadequados, além da desobediência. Como são superinteligentes, podem querer agir por conta própria, por isso o adestramento é importante.

8 – Xodó da Rainha Vitória

Não são apenas os corgis que conquistaram o coração da nobreza. O border collie foi o grande companheiro da Rainha Vitória do Reino Unido durante o século 19. A rainha tinha vários cães da raça que podem ser vistos em várias pinturas e fotografias antigas. Um dos favoritos era o cãozinho Sharp, que faleceu em 1879 com 15 anos de idade. Sharp ainda recebeu um memorial especial na cidade de Windsor.

9 – São muito sensíveis a barulho

É comum vermos que os cães têm medo de ruídos e barulhos, como os fogos. Entretanto, os collies são ainda mais sensíveis pois eles estão em constante estado de alerta. Por isso, eles podem desenvolver fobias a barulhos diversos, logo, o tutor deve protegê-lo e poupá-lo ao máximo.

10 – Estrela brasiliense

O cãozinho Oreo, da raça border collie, é uma estrela de Brasília. Em seu perfil do Instagram, os tutores compartilham cliques para lá de Oreo. Além disso,  todas as suas participações em campeonatos caninos da cidade são registrados por lá. Fofo né?

View this post on Instagram

? ? @anaviana.foto

A post shared by Oreo ? | Border Collie (@oreo.borderc) on

Mais lidas
Últimas notícias