Este é um espaço para celebrar a vida e as pessoas. Viaje comigo nesta aventura!

Veja quais ingredientes você deve evitar se sua pele é sensível

Confira uma lista de compostos químicos muito presentes em produtos desenvolvidos pela indústria dos cosméticos

atualizado 24/10/2021 13:06

Pele rosto mulher skincareGetty Images

Receitas caseiras “salvaram” a saúde da pele de muitos indivíduos durante a pandemia. Entretanto, conforme a maioria dos dermatologistas alerta, nem todos os preparos são eficazes ou recomendados para a derme. Isso reforça ainda mais a importância de um bom produto desenvolvido pela indústria especialmente para cada tipo de pele.

No entanto, os consumidores estão cada vez mais conscientes do que realmente está dentro das embalagens dos cosméticos. Será que todos os componentes são seguros ou podem trazer algum malefício ao organismo? É preciso manter-se atento aos impactos de algumas substâncias químicas que penetram na cútis através dos poros.

Mulher - pele - skincare
Os consumidores estão cada vez mais conscientes do que realmente está dentro das embalagens dos cosméticos

Segundo o portal australiano Grahams Natural, os ingredientes listados abaixo são capazes de entrar na corrente sanguínea por meio de produtos para a pele, o que expõe o corpo a substâncias cancerígenas. A solução, assim sendo, é analisar a embalagem sempre que for comprar algum cosmético ou optar por marcas que têm como premissa ingredientes naturais.

Confira, a seguir, quais matérias-primas presentes em cosméticos você deve evitar se sua pele é sensível:

Butil, etilparabeno, propil e metil

Esses tipos de parabenos são substâncias químicas usadas como conservantes em cosméticos e alimentos. Devido aos preços mais acessíveis e ao alto poder de conservação, eles se tornaram o principal composto utilizado pela indústria.

Contudo, de acordo com o site, esses parabenos são tóxicos e podem causar reações cutâneas e alergias. Pesquisas da Universidade de Reading, na Inglaterra, afirmam que essas substâncias também podem provocar câncer.

Cosméticos produtos
Parabenos são substâncias químicas usadas como conservantes em cosméticos e alimentos
Corantes artificiais

Os corantes são identificados nos rótulos dos produtos com as letras CI, seguidas de um número, por exemplo: CI 42.090. A maioria desses compostos químicos são agressivos e tóxicos e, dependendo de suas concentrações, acarretam alergias. Grande parte é feita de alcatrão, ligado a agentes que causam câncer.

cosméticos produtos de beleza
A maioria dos corantes são agressivos e tóxicos
Fragrâncias sintéticas

Essas substâncias costumam aparecer nos rótulos dos produtos simplesmente como “fragrância”, e podem estar em qualquer um dos mais de 200 ingredientes sintéticos e tóxicos que os fabricantes desenvolvem. Segundo o Grahams, elas são um gatilho para dores de cabeça, erupções cutâneas, irritações na pele, entre outros problemas.

produto pele skincare cosmético
As fragrâncias são um gatilho para dores de cabeça, erupções cutâneas, irritações na pele, entre outros problemas
Dietanolamina e trietanolamina

Enquanto a dietanolamina é usada para criar uma textura de creme, além de proporcionar ação espumante, a trietanolamina é um regulador de pH que pode ser encontrado em produtos de maquiagem, como rímel, blush e base. No entanto, esses químicos são tóxicos e têm o poder de ocasionar ressecamento do cabelo e da cútis, além de problemas oculares.

creme cosmético produto beleza
Enquanto a dietanolamina é usada para criar uma textura de creme, além de proporcionar ação espumante, a trietanolamina é um regulador de pH
Cloreto de berrentrimônio

Esse é um composto químico de amônia, muito utilizado para condicionar o cabelo. Ele também age como conservante e surfactante, fazendo com que os produtos obtenham uma boa consistência e uma espuma de limpeza suave. Apesar disso, de acordo com o portal, a substância é altamente tóxica e pode ser fatal quando ingerida.

produto beleza pele skincare
O cloreto de berrentrimônio é um composto químico de amônia, muito utilizado para condicionar o cabelo

Pele sensível versus sensibilizada

Conforme o Metrópoles noticiou em agosto deste ano, de acordo com dermatologista Alessandra Romiti, a pele sensível é uma característica da cútis do indivíduo (e sempre precisará de cuidado), enquanto a pele sensibilizada é um quadro causado por alguma situação específica.

Ou seja: é importante consultar um dermatologista para identificar cada caso. “É de extrema importância verificar se a pele está apenas sensibilizada ou se, de fato, é sensível, e ainda investigar o que está causando essa sensibilidade. Só assim saberemos qual é a melhor recomendação para cada caso”, explica.

Além da avaliação, o dermatologista poderá orientar quanto à rotina adequada de cuidados com a peleem relação à limpeza, hidratação e proteção solar. Nesse sentido, Alessandra chama a atenção para o uso de cosméticos que não sejam adequados ao quadro, pois podem agravar a situação.

Massagem facial rosto mulher
A pele sensível é uma característica da cútis do indivíduo (e sempre precisará de cuidado), enquanto a pele sensibilizada é um quadro causado por alguma situação específica

Conheça alguns sinais e sintomas desse tipo de pele:

  • Aspereza;
  • Desconforto;
  • Repuxamento;
  • Ressecamento;
  • Barreira cutânea enfraquecida.

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias
Mais lidas