Caso MC Mirella: estudo mostra que gamers podem ter menos tesão

Pesquisa aponta que pessoas que jogam mais videogame tendem a sentir menos desejo sexual por conta de resistência à dopamina

atualizado 16/09/2020 9:36

MC Mirella Foto: Reprodução/Instagram

Mal começou e a edição de 2020 de A Fazenda está dando o que falar. No último domingo (12/9), MC Mirella declarou ter ódio do jogo Free Fire porque Dynho Alves, seu ex-noivo, passava a noite jogando on-line com os amigos e a deixava de lado.

Ainda segundo a funkeira, nem sua extensa coleção de lingeries era páreo para o jogo. “Eu uso uma por dia, eu não repito. É muito difícil. Eu ia, tomava meu banho, aí eu ia tentar [e não rolava]”, disse, em conversa no reality.

Quem vê os cliques de Mirella no Instagram chega a se perguntar se é possível que alguém a ignore por um jogo on-line. A realidade é que estudos já relacionaram o excesso de videogames com a queda no interesse por sexo.

De acordo com uma pesquisa publicada no The Journal of Sexual Medicine, jogadores ávidos de videogames seriam mais propensos a sentir menos desejo sexual. O motivo seria o aumento da dopamina, principal hormônio do prazer sexual, durante os jogos.

Segundo o artigo, os picos de dopamina repetitivos causam dessensibilização e desequilíbrio nos receptores do hormônio. Ou seja, apesar de cheios de dopamina, os gamers ficam mais “resistentes” a ela e consequentemente têm menos tesão.

Por isso, o melhor caminho é sempre o equilíbrio. Nada de passar horas no game e esquecer da cama.

Últimas notícias