Band-aid high tech promete retardar orgasmo masculino

Retardador sexual exposto na CES 2020 foi desenvolvido para ajudar na ejaculação precoce com estímulos neurológicos

Foto: Reprodução

atualizado 13/01/2020 9:45

A ejaculação precoce é uma disfunção que acomete até 30% dos homens brasileiros. A “queimada de largada” afeta diretamente a autoestima e a qualidade da vida sexual, não só dos homens em questão, mas também de suas parceiras ou parceiros.

Já imaginou a possibilidade de haver um acessório que, como um passe de mágica, retarda o orgasmo e soluciona os problemas de quem sofre da disfunção? Este produto pode estar prestes a entrar no mercado no formato de um band-aid high tech.

O retardador sexual, que tem por trás a empresa Morari, foi apresentado na Consumer Electronics Show – CES 2020, que começou na última terça-feira (07/01/2020), em Las Vegas. O dispositivo deve ser colocado na região do períneo e utiliza estímulos neurológicos para atrasar o orgasmo masculino.

Foto: CNET

O produto funciona com conexão Bluetooth e pode ser controlado por meio de um aplicativo no telefone. Além da função de ligar e desligar, o volume do aparelho também pode ser alterado, ajustando sua sensibilidade.

Inicialmente, o retardador seria de uso único, mas a empresa não descarta uma versão multiuso no futuro. Ainda com algumas etapas a concluir, o produto não está disponível no mercado, mas a previsão é que esteja à venda em meados de 2021. Por enquanto, o preço estimado é de cerca de US$ 25 (aproximadamente R$ 100).

Últimas notícias