“Temos que aprender a achar gordo bonito”, desabafa Preta Gil

Cantora esbanja autoestima na web ao lado da dançarina plus size Thais Carla

Reprodução/InstagramReprodução/Instagram

atualizado 28/06/2019 16:05

De férias em Cozumel, no México, Preta Gil e Thais Carla têm dado um show de autoestima em suas redes sociais. Felizes da vida e de bem com os próprios corpos, as artistas são incentivo para muitas mulheres. Por conta disso, em conversa com o site Universa, do UOL, a cantora explicou a importância de quebrar barreiras em relação a si mesmo.

“As pessoas acham que é corriqueiro postar foto de biquíni, mas é uma libertação. Não é nada fácil postar essas fotos. Há uma série de consequências. Temos de aprender a olhar um corpo gordo e achá-lo bonito, porque fomos ensinados a ver o gordo como feio, sem saúde, desleixado. Eu e a Thais somos provas vivas que não é nada disso. Somos gordas, felizes, temos saúde e disposição”, afirmou Preta.

Uma das representantes do movimento body positive, Preta ainda deixou um recado: “A mulher magra tem problema, a que não assume cacho tem problema… Existem muitos níveis de problemas com autoimagem, mas temos que ficar atentos. Isso causa suicídio, depressão, enclausuramento. Eu levanto essa bandeira hoje com força. Gay não vai voltar pro armário, mulher não vai voltar pra cozinha, a gente não vai voltar a usar saco de batata”.

Ao Universa, a cantora garantiu não ficar isenta de críticas. Pelo contrário. “Eu sei o quanto tive que me amar, não vou me deixar abalar”, garantiu em contrapartida.

No Instagram, Preta e a dançarina plus size de Anitta Thais Carla — que tem mais de 600 mil seguidores — esbanjam sensualidade e boas energias com cliques nos quais surgem de biquíni. “Aguento qualquer xingamento do mundo por uma mulher que vire pra mim e diga que minha foto a incentivou”, pontuou a namorada de Rodrigo Godoy.

SOBRE O AUTOR
Saullo Brenner

Integrante da equipe do portal desde agosto de 2017, atua como repórter e social media. É autor do livro A Confissão de Palomino, publicado em 2019 pela Editora Metrópoles, e foi finalista do Prêmio Abracopel, na categoria Internet, em 2018.

Últimas notícias