“Tem que ter o respeito e a lei”, diz Maju Coutinho no Faustão

A jornalista Maria Júlia Coutinho levou o Troféu Domingão - Melhores do Ano na categoria Jornalista

atualizado 15/12/2019 18:22

A jornalista Maria Júlia Coutinho levou o Troféu Domingão – Melhores do Ano na categoria Jornalista. Ao receber o prêmio, Faustão disse que Maju é um dos orgulhos da raça negra. “Ela serve de exemplo para todos vocês que sofrem preconceitos”, disse o apresentador.

Maju, por sua vez, agradeceu o prêmio e afirmou que é preciso marcar presença nessa profissão. “É engraçado, quanto mais eu levo porrada, mais se faz necessária a minha presença. A gente tem que marcar presença, ainda mais em um momento tão delicado que a gente vive de sociedade. Tão polarizado. Se faz necessária a presença de jornalistas”, disse.

0

A jornalista também citou os problemas que passou ao assumir o Jornal Hoje. “Quando viramos uma pessoa pública, somos muito atacadas. Quando eu fui chamada para assumir o jornal hoje, sabia que as reações poderiam ser negativas, como tem gente que me adora. Acredito que tem que ter o respeito e a lei. Aquele que tem atitude criminosa, a gente aciona a lei e tá tudo certo”, explicou a Maju Coutinho.

Concorreram na categoria Sandra Annenberg, que já ganhou quatro vezes, e Renata Vasconcelos, atual âncora do Jornal Nacional ao lado de William Bonner.

Últimas notícias