Kanye West volta ao Twitter e fala novamente sobre aborto de primogênita

Rapper se pronunciou pela primeira vez após chorar durante um comício de campanha

Kanye WestRoy Rochlin/Getty Images

atualizado 31/07/2020 14:55

Kanye West voltou ao Twitter nesta sexta-feira (31/7). Pela rede social, o rapper e candidato à Presidência dos Estado Unidos voltou a comentar a confissão que fez sobre a ideia de a esposa, Kim Kardashian, ter abortado a primeira filha deles, North West.

“Eu chorei com a ideia de abortar minha primogênita e todo mundo ficou preocupado comigo… Eu que fico preocupado com o mundo que sente que você não deveria chorar sobre esse assunto”, escreveu ele.

No post seguinte, ele insinuou que a polêmica envolvendo sua reação ao falar sobre o assunto seria uma tática de descreditar o assunto. “Existem uma tática de 4Ds, que são a de distrair, descreditar, dispensar. Destruir. Estou bem. Tome um segundo e pense no que está sendo projetado aqui”, disse.

0

 

Entenda

Tudo começou quando Kanye, que está no meio de uma crise de bipolaridade, segundo a família, chorou durante um comício ao dizer que queria que Kim fizesse um aborto quando ela estava grávida da filha mais velha do casal, North, de 7 anos.

Após o episódio, ele acusou Kim de tentar interná-lo contra sua vontade em uma clínica psiquiátrica. O empresário também insinuou que a esposa o traiu com o rapper Meek Mill, atacou a sogra, Kris Jenner, além de dizer que tenta se divorciar há dois anos. Depois, ele voltou às redes sociais e pediu desculpas publicamente a Kim Kardashian.

Últimas notícias