Em carta aberta, fãs criticam Claudia Leitte: “Acomodada”

No comunicado, mais de 50 fãs-clubes atacam a artista e a equipe que trabalha com ela e os acusam de "completo abandono da produção"

Globo/DivulgaçãoGlobo/Divulgação

atualizado 23/01/2020 18:05

Uma carta aberta de supostos fãs da cantora Claudia Leitte viralizou nas redes sociais nesta quinta-feira (23/01/2020). No comunicado, mais de 50 fãs-clubes atacam a artista e a equipe que trabalha com ela e os acusam de “completo abandono da produção artística e estratégica de Claudia”.

Os fãs criticam ainda videoclipes lançados por Claudia Leitte. “Pedimos que olhem os comentários do mesmo no YouTube e percebam a completa desaprovação dos fã em relação ao vídeo (da música Perigosinha), sem roteiro e feito às pressas de forma preguiçosa”, diz a carta.

“Parece que a equipe CL está parada nos anos 2010 e se esquece que a principal forma de expansão e divulgação da música hoje se dá por meio da inserção nas playlists do Spotify e demais plataformas digitais”, segue a carta. Além disso, os fãs acusam a equipe de Claudia de bloquear aqueles que não estão contentes com o trabalho realizado.

Segundo a assessoria de imprensa de Claudia Leitte, em resposta ao blog do Leo Dias, as declarações da carta vieram de dois perfis que querem prejudicar a artista. “Claudia Leitte tem uma Central de Fãs que administra os fã-clubes e acompanha de perto a carreira da cantora. Os dois pequenos perfis que postaram tais declarações nunca se aproximaram do fã clube oficial, não têm pessoas reais nos canais de relacionamento, tudo indica que são perfis fakes que querem causar prejuízo a imagem da artista”, diz a nota.

“Os fãs-clubes oficializados repudiam o conteúdo publicado por esses perfis recentes e de mínima expressão que se intitulam como fãs de Claudia. Tal prática e os mesmos argumentos também foram usados de maneira idêntica contra a imagem de outras personalidades”, explica a assessoria.

SOBRE O AUTOR
Ataide de Almeida Jr.

Formado em jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub), trabalhou por sete anos na redação do Correio Braziliense, como repórter e subeditor de Suplementos (Veículos, Informática e Turismo). Logo depois, ocupou o mesmo cargo no site do Correio. Desde 2016, faz parte da equipe do Metrópoles, onde atua como editor de Redes Sociais. Ama um viral e não vive sem suas celebridades.

Últimas notícias