Dado Dolabella diz que batia em Luana Piovani porque comia carne

A declaração foi dada como resposta a uma seguidora no Instagram

Thiago Duran/AgNewsThiago Duran/AgNews

atualizado 19/07/2018 17:54

O ator Dado Dolabella, sumido da mídia desde que conseguiu a liberdade após ser preso por não pagar pensão, provocou nova polêmica ao afirmar que batia em mulheres porque “comia muita carne”. A declaração foi dada como resposta a uma seguidora que afirmou: “Não adianta ser vegano e bater nas minas e não pagar pensão, né, Dado!”.

Logo depois, Dado recebeu: “Você, como jornalista, deveria ser imparcial e reportar apenas a verdade! Quando aconteceu o que você falou, há mais de dez anos, eu comia muita carne. Era mais um ‘carnilson’ idiota e cego! E hoje, sendo vegano, afirmo com toda certeza: a violência que a gente ingere é a violência que a gente exala! Leia o livro A Política Social da Carne e veja inclusive que, além da violência, o carnivorismo está totalmente ligado ao machismo. Graças a deus e a pessoas como a Luisa e o Gary Yourofsky hoje sou vegano! Não carrego mais violência nas veias! Paz e amor na tua vida”.

Dado Dolabella foi criticado pelo texto e tentou se explicar. “Carne é assassinato. Comer carne já é violência, que gera outras consequências! Uma delas é tornar quem come carne mais agressivo. O motivo da agressão não foi comer carne, isso só me deixava mais agressivo. Querem interpretar de uma forma que eu seja sempre culpado. Normal para quem não compreende o especismo nem o veganismo”, disse.

SOBRE O AUTOR
Ataide de Almeida Jr.

Formado em jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub), trabalhou por sete anos na redação do Correio Braziliense, como repórter e subeditor de Suplementos (Veículos, Informática e Turismo). Logo depois, ocupou o mesmo cargo no site do Correio. Desde 2016, faz parte da equipe do Metrópoles, onde atua como editor de Redes Sociais. Ama um viral e não vive sem suas celebridades.

Últimas notícias