BBB20: Petrix é acusado de xenofobia e homofobia contra Pyong

"Olha aí para esse japonês que rebola o rabo", disse o ginasta sobre o hipnólogo

reprodução/ instagram

atualizado 03/02/2020 8:47

Petrix parece tentar, a todo custo, torna-se o maior vilão do BBB20. Para além das suspeitas de assédio, que demandaram a abertura de um inquérito na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, ele agora é acusado de xenofobia e homofobia.

Em uma conversa com Felipe nesse domingo (02/02/2020), o ginasta teceu comentários raivosos contra Pyong. “Você esqueceu quem foi minha primeira opção de voto sempre? Olha aí para esse japonês que rebola o rabo. Ele foi sempre minha opção de voto”, afirmou.

0

Pyong é coreano-brasileiro e, apesar de ser heterossexual, tem constantemente demonstrado na casa um comportamento longe dos estereótipos que fomentam a masculinidade tóxica. Petrix já havia tido outro problema com o hipnólogo.

No sábado (01/02/2020), os dois correram juntos para tentar atender o Big Fone e esbarraram violentamente, o que criou na internet mais uma campanha para expulsar o atleta, em uma acusação de agressão. Porém, a direção do programa entendeu que o caso foi algo “do jogo”, cancelando a Prova Bate e Volta (que poderia ter salvado Petrix do Paredão) e fazendo uma disputa quádrupla que acontece nesta terça-feira (04/02/2020). Veja mais reações:

Últimas notícias