Angélica abre o jogo sobre menopausa: “A gente vai ficando mole”

"Para mim, meu melhor shape foi aos 28, 29 anos, porque você ainda tem o colágeno, as formas ainda estão aí", desabafou

atualizado 20/01/2020 19:03

Reprodução/Instagram

Aos 46 anos, Angélica abriu o jogo sobre a nova fase de sua vida, pavimentada pela menopausa. Capa da revista JP, a apresentadora contou à publicação que está lidando com as mudanças no corpo e expôs sua idade favorita.

“Meu corpo foi se adaptando bem às idades e gosto de fazer exercício. Puxei meu pai que, aos 81, corre 12 km todos os dias. Para mim, meu melhor shape foi aos 28, 29 anos, porque você ainda tem o colágeno, as formas ainda estão aí”, disse.

0

Sobre os efeitos da menopausa, a esposa de Luciano Huck declarou: “A maior transformação depois dos 40 foi a textura da pele, porque a gente vai ficando mais mole, se fica um mês sem malhar a coisa cai. Já estou na menopausa e isso para mim foi o que mais mudou, porque a minha cabeça está a mil”.

“Botox faço desde os 14, mas nunca fiz nenhuma intervenção no corpo. A minha primeira intervenção, você vai morrer de rir: foi colocar unha de gel”, concluiu a global.

Últimas notícias