Voo de Brasília ao Paraguai será diário e levará 50 passageiros

Destino será operado como parceria entre a Latam e a empresa paraguaia Paranair e integra plano para ampliação da malha internacional do DF

Felipe Menezes/MetrópolesFelipe Menezes/Metrópoles

atualizado 16/10/2019 17:57

O voo direto entre Brasília e Assunção, no Paraguai, já tem data certa para decolar: dia 15 de dezembro. Para realizar o trajeto, a Latam contará com parceria da empresa paraguaia Paranair, que vai operar a linha com aeronaves que acomodam até 50 passageiros.

O novo itinerário está programado para sair diariamente de Brasília às 20h15 (horário local) e pousar em Assunção às 22h45 (horário local). No sentido inverso, também decolará uma vez por dia da capital paraguaia às 16h20 (horário local) e pousará em Brasília às 18h40 (horário local). A venda de passagens já está disponível no site da companhia.

O anúncio faz parte da decisão de empresas aéreas de ampliarem a malha internacional com origem do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. Na terça-feira (15/10/2019), também como parte do pacote da companhia, saiu o voo inaugural direto da capital federal até Santiago, no Chile. A linha é operada três vezes por semana, também pela Latam, em aeronave com capacidade para até 174 passageiros.

Brasília-Lima

O voo até Lima, no Peru, está confirmado também para decolar no dia 14 de novembro, conforme antecipado pelo Metrópoles. O trajeto será operado às segundas, às quintas e aos sábados, às 8h30 (horário local), e pousará em Lima às 11h10 (horário local). Nos mesmos dias, o voo decolará de Lima à 0h03 (horário local) e pousará em Brasília às 6h50.

Atualmente, Brasília é a segunda maior base de operações da Latam no Brasil, de onde já decolam voos diretos para 33 diferentes destinos no país, com uma média diária de 155 voos decolando do Aeroporto JK.

“A nova rota reforça o nosso compromisso de oferecer a melhor rede de destinos da América Latina. Esses voos não apenas oferecem melhores conexões com Brasília, o centro político do Brasil, mas também estão facilmente conectados com diversos outros destinos no Norte e Nordeste do Brasil”, afirma David Arcos, diretor comercial da empresa.

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias