Policiais à paisana vão barrar colegas que derem carteirada em festão

Os agentes da PCDF estarão sem uniforme, mas com “arma, algemas e colete balístico", de acordo com ordem de serviço da Corregedoria

Felipe Menezes/MetrópolesFelipe Menezes/Metrópoles

atualizado 21/04/2018 15:28

Policiais baladeiros que se preparem. A Corregedoria da Polícia Civil escalou agentes descaracterizados para dar plantão em frente à festa Surreal, que acontece neste sábado (21/4) na Torre de TV Digital.

A ideia é evitar que policiais fora de serviço deem a famosa carteirada num dos eventos mais caros realizados em Brasília. Na hora, um ingresso pode custar mais de R$ 2 mil.

Em Ordem de Serviço expedida pelo órgão, o corregedor Emilson Pereira Lins solicita que os plantonistas estejam no evento sem uniforme, no entanto com “arma, algemas e colete balístico”. Quatro agentes foram escalados para a operação.

Reprodução

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias