Para atrair turistas, Ibaneis quer reativar fontes da Praça do Buriti

Governador solicitou à Novacap estudo de viabilidade de custos para consertar e firmar novo contrato de manutenção do cartão postal

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 04/08/2019 10:45

Desativadas há cerca de quatro anos, as fontes da Praça do Buriti podem voltar a funcionar. Esta é a vontade do governador Ibaneis Rocha (MDB), que afirmou ao Metrópoles neste sábado (03/08/2019) ter solicitado estudos técnicos para que os chafarizes de um dos cartões- postais da cidade sejam religados.

“Pedi para verem o custo e como reativar o contrato de manutenção”, adiantou o chefe do Executivo local à coluna. A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) é a responsável pela consulta.

Segundo o emedebista, a medida tem como objetivo valorizar o turismo cívico no centro da capital. “Depois que abri as cortinas do meu gabinete, vejo quantos turistas passam por lá diariamente”, contou à coluna.

A última reforma feita nas fontes foi em 2014, após ficar um ano e meio desligada. Na época, foram realizados reparos no conjunto de motobombas, bicos injetores, quadros e iluminação.

As fontes chegaram a ser religadas, mas depois foram desativadas novamente. O investimento do governo na ocasião foi de R$ 260 mil.

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias