*
 
 

Sem bens e dinheiro para quitar uma dívida de R$ 1,5 milhão, o deputado distrital Cristiano Araújo (PSD) continua “falido”. A 6ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) manteve a insolvência civil do parlamentar. A primeira decisão sobre o caso foi em maio de 2017.

A insolvência civil equivalente à falência de uma pessoa física. Assim, o parlamentar está impedido de administrar os próprios bens. A dívida é decorrente de um antigo negócio familiar: o aluguel de um prédio no Trecho 2 do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), onde funcionava o Instituto de Ensino Superior do Meio Ambiente e Tecnologia (Iesmat).

O parlamentar era o fiador do contrato com a empresa Carvalho & Koffes.

A assessoria de imprensa de Cristiano Araújo informou que ele não vai se pronunciar sobre o assunto.



 


dívidaCristiano Araújofalência