Izalci condiciona emendas a coronavírus “se GDF explicar destino”

Governador Ibaneis Rocha solicitou que bancada federal no Congresso remanejasse R$ 80 milhões para ações de combate à Covid-19

atualizado 25/03/2020 18:44

Senador Izalci Lucas Hugo Barreto/Metrópoles

Coordenador da bancada do Distrito Federal no Congresso Nacional, o senador Izalci Lucas (PSDB) afirmou nesta quarta-feira (25/03) que os parlamentares aceitam o remanejamento de emendas impositivas para os gastos no combate ao novo coronavírus “desde que o governo especifique para onde os recursos serão destinados”.

A declaração é resposta ao pedido feito pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) para que os congressistas do DF redirecionem cerca de R$ 80 milhões para o combate à proliferação da Covid-19.

“Fizemos uma reunião virtual com todos os integrantes da nossa bancada e decidimos acatar a solicitação do governador, desde que ele nos encaminhe um documento apontado para onde esses valores serão alocados. Todos sabemos da crise causada por essa pandemia, mas precisamos explicar para as bases o motivo da retirada do investimento, que também gera emprego e renda. Até mesmo porque o próprio governador já reconheceu que tem corrupção na saúde e queremos acompanhar esses recursos”, disse Izalci ao Metrópoles.

De acordo com o pedido de Ibaneis, cinco emendas impositivas da bancada seriam redirecionadas. Originalmente, as verbas abasteceriam áreas como capacitação profissional, além de esporte e lazer. Juntas, elas somam o valor de R$ 79,9 milhões passariam a reforçar o caixa para ações de combate e prevenção à Covid-19 no Distrito Federal.

Acordo

Segundo Izalci, houve consenso e os deputados federais Israel Batista (PV), Júlio César (Republicanos) e Bia Kicis (sem partido), além do próprio tucano, aceitaram remanejar parte das indicações pessoais dentro do total da emenda de bancada para a crise local causada pela pandemia da doença.

Pelo acordo, o recurso deixaria de ser destinado ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília (IFB) e à Estação Cidadania (projeto social que envolve cultura, esporte e capacitação profissional), para Unidades Básicas de Saúde (UBS) e custeio no combate ao coronavírus.

Últimas notícias