*
 
 

O ex-pugilista Acelino Popó de Freitas confirmou nesta segunda-feira (4/6) a pré-candidatura ao Senado Federal pela Bahia. Filiado ao PDT, o postulante ao Senado engrossará as fileiras dos atletas conhecidos que deixaram os esportes para dedicação exclusiva à política.

Em publicação nas redes sociais, o boxeador filiado brincou que as próximas lutas, no entanto, serão fora dos ringues nos quais ele se tornou mundialmente conhecido. “Dessa vez, minha luta é de terno e gravata, com papel e caneta, pelo bem maior da minha terra e do meu país”, escreveu.

É com muito orgulho que confirmo minha pré-candidatura ao senado, pelo meu amado estado da Bahia. Estado no qual eu sempre lutei, e derramei o meu sangue, literalmente, por ele. Como atleta, conquistei o mundo. Como político conquistarei vocês. E para isso me entregarei mais uma vez, lutarei por vocês como sempre fiz. Dessa vez minha luta é de terno e gravata, com papel e caneta, pelo bem maior da minha terra e do meu país. Muito orgulho em dizer que sou ficha limpa, contra o preconceito, a favor da família, seja é ela formada do jeito que for. Lutarei com mais força pelo esporte como inclusão social, pelos menos favorecidos, pela causa LGBT, PELO MEU BOM POVO BAIANO. Esse é o meu compromisso com vocês. Avançar em 8 anos, o que ninguém fez pelo nosso povo num cargo de senador. Ser fiel a vocês, e agir em prol dos interesses de vocês e por vocês. #AvançaBahia #SoumaisaBAHIA #SoumaisoBRASIL #FichaLimpaQueFalaNé #NãoaPoliticagem #SimaRepresentatividade #SIIIIMaoPOVO #POPÓnoSENADO

Uma publicação compartilhada por Acelino Popó Freitas (@popofreitas) em

Popó também garantiu: as questões LGBT serão uma das bandeiras de sua possível campanha. “Muito orgulho em dizer que sou ficha limpa, contra o preconceito, a favor da família, seja ela formada do jeito que for. Lutarei com mais força pelo esporte como inclusão social, pelos menos favorecidos, pela causa LGBT, pelo bem do meu povo baiano”, completou.

O tetracampeão mundial de boxe já foi deputado federal pela Bahia, em 2011, pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB). Contudo, não conseguiu ser reeleito para um novo mandato em 2014.



lgbtBahiaSenado Federaleleições 2018popóAcelino Popó de Freitas
 


COMENTE

Ler mais do blog