Da bancada do DF, Reguffe surpreende com 6 votos ao comando do Senado

Senador brasiliense foi um dos seis candidatos à presidência da Casa e levantou bandeira de austeridade, transparência e corte de benefícios

atualizado 02/02/2019 19:44

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Embora tenha declarado ao Metrópoles que estava preparado para receber apenas o seu próprio voto, o senador José Antônio Reguffe (sem partido-DF) recebeu 6 votos na disputa para a presidência do Senado Federal, que ocorreu neste sábado (2/2). Um deles foi o da colega de bancada, Leila Barros (PSB), que declarou o voto.

O senador brasiliense reconhece que entrou na corrida para levantar bandeiras defendidas por ele, como redução de custos e de benefícios para os congressistas. Segundo ele, a Casa é proporcionalmente “uma das mais caras do mundo”. “Eu achava que eu ia ter menos votos”, disse Reguffe.

Mesmo com uma pauta que desagrada boa parte dos integrantes do Senado Federal, o congressista cumpriu o seu papel e ainda recebeu a adesão de outros 5 colegas de parlamento. Quando foi confirmado presidente da Casa, David Alcolumbre (DEM-AP) reconheceu a postura do concorrente e o chamou para dialogar sobre essas propostas.

Já é um bom começo…

Últimas notícias