Como Rollemberg, Paulo Fona é nomeado na liderança do PSB no Senado

Ele vai ocupar cargo de assessor parlamentar júnior, com remuneração de R$ 9.360,30

Toninho Tavares/Agência Brasília.Toninho Tavares/Agência Brasília.

atualizado 07/03/2019 9:48

Ex-secretário de Comunicação do governo Rollemberg, o jornalista Paulo Fona foi nomeado assessor parlamentar júnior na liderança do PSB no Senado. É o mesmo endereço de trabalho do ex-governador.

A nomeação saiu nesta quinta-feira (7/3), um dia depois de o Metrópoles revelar que Fona tenta retornar à Propeg, uma das três agências de publicidade que prestam serviço ao GDF.

Fona vai receber salário de R$ 9.360,30, já incluindo o auxílio-alimentação. A remuneração é a metade dos R$ 18.032,12 que ele recebia no GDF.

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias