Cargos comissionados: Ibaneis Rocha decreta bloqueio de 30%

Texto foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal desta segunda-feira (21/1)

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 21/01/2019 23:43

Em decreto publicado na edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta segunda-feira (21/1), o governador, Ibaneis Rocha (MDB), bloqueou 30% do valor que cada gestor poderá gastar com cargos comissionados. A medida vale para a administração direta, autarquias e fundações.

Estão excluídas da vedação as secretarias de Saúde e Educação, além das polícias Civil e Militar e o Corpo de Bombeiros.

O dinheiro proveniente do bloqueio irá para o Banco de Cargos e Funções, administrado pela Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão.

O emedebista já havia anunciado a intenção de reduzir a quantidade de servidores sem concurso público na estrutura do Governo do Distrito Federal (GDF). O texto, no entanto, traz uma surpresa: a vedação atinge o valor total dos postos, ou seja, o gestor não poderá excluir apenas os cargos com remunerações mais baixas.

Confira:

SOBRE OS AUTORES
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Gabriella Furquim

Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), com experiência em redação, assessoria de imprensa e gestão de comunicação. Atua na área desde 2009. Integrou as equipes de reportagem e edição dos jornais Correio Braziliense e Aqui DF. Em 2014, coordenou a comunicação da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente, Seção Defence for Children Brasil (Anced/ DCI Brasil), e do projeto internacional Red de Coaliciones Sur. De 2015 a 2017, foi assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Últimas notícias