Assembleia de Deus de Madureira quer um distrital para chamar de seu

De olho na vitória, bispo Manoel Ferreira reuniu fiéis no projeto pessoal de Daniel de Castro, que teve 9 mil votos em 2014

atualizado 03/08/2018 20:48

Divulgação / PSC

Um dos mais poderosos braços das forças evangélicas, a Assembleia de Deus de Madureira decidiu lançar candidatura única para a Câmara Legislativa. O escolhido é o pastor Daniel Castro (na foto em destaque, o segundo da esquerda).

O líder da Madureira, Manoel Ferreira (à direita), o primeiro bispo da igreja, costurou para que outros abrissem mão de concorrer, em nome da unidade do grupo. O presbítero Samuel Oliveira foi um dos que desistiu do projeto político para apoiar o pastor evangélico.

No acerto acatado na tarde de quinta-feira (2/8), os líderes da Madureira estarão centrados na campanha de Castro, que, na última eleição, recebeu mais de 9 mil votos, mas não foi eleito. Outro bem votado da igreja foi o pastor Egmar Tavares (PRB), que deve ser referendado como vice na chapa encabeçada por Rogério Rosso (PSD) ao Palácio do Buriti.

Com cerca de 100 mil fiéis no Distrito Federal, a Assembleia de Deus de Madureira agora trabalha para definir a campanha majoritária. Contra a instabilidade da chapa composta por Izalci Lucas (PSDB) ao Senado Federal e Alberto Fraga (DEM) ao Buriti, as lideranças evangélicas devem levar o apoio a Rosso, com quem já vinham compondo há alguns meses. O anúncio, contudo, será sacramentado na próxima convenção do PSC, a ser realizada no sábado (4).

Últimas notícias