Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

Assembleia de Deus de Madureira quer um distrital para chamar de seu

De olho na vitória, bispo Manoel Ferreira reuniu fiéis no projeto pessoal de Daniel de Castro, que teve 9 mil votos em 2014

atualizado 03/08/2018 20:48

Divulgação / PSC

Um dos mais poderosos braços das forças evangélicas, a Assembleia de Deus de Madureira decidiu lançar candidatura única para a Câmara Legislativa. O escolhido é o pastor Daniel Castro (na foto em destaque, o segundo da esquerda).

O líder da Madureira, Manoel Ferreira (à direita), o primeiro bispo da igreja, costurou para que outros abrissem mão de concorrer, em nome da unidade do grupo. O presbítero Samuel Oliveira foi um dos que desistiu do projeto político para apoiar o pastor evangélico.

No acerto acatado na tarde de quinta-feira (2/8), os líderes da Madureira estarão centrados na campanha de Castro, que, na última eleição, recebeu mais de 9 mil votos, mas não foi eleito. Outro bem votado da igreja foi o pastor Egmar Tavares (PRB), que deve ser referendado como vice na chapa encabeçada por Rogério Rosso (PSD) ao Palácio do Buriti.

Com cerca de 100 mil fiéis no Distrito Federal, a Assembleia de Deus de Madureira agora trabalha para definir a campanha majoritária. Contra a instabilidade da chapa composta por Izalci Lucas (PSDB) ao Senado Federal e Alberto Fraga (DEM) ao Buriti, as lideranças evangélicas devem levar o apoio a Rosso, com quem já vinham compondo há alguns meses. O anúncio, contudo, será sacramentado na próxima convenção do PSC, a ser realizada no sábado (4).

Últimas notícias