*
 
 

Um dos últimos distritais a oficializar mudança partidária, Raimundo Ribeiro deixou o PPS e oficializou o flerte com o MDB, do ex-vice-governador Tadeu Filippelli. Ele será o terceiro distrital da bancada da sigla: Wellington Luiz e Rafael Prudente já são filiados.

Nos últimos instantes para conseguir migrar de sigla sem sofrer sanções da Justiça Eleitoral, o parlamentar fechou com a nova legenda depois de forte negociação com PR e o próprio PSDB, onde já foi filiado.

Para Ribeiro, o que pesou foi a nominata classificada por ele como “pouco competitiva”. O parlamentar, que acumula três mandatos na bagagem, preferiu não correr risco e ser acolhido em legenda onde tivesse chances reais de carimbar sua permanência na Câmara Legislativa.

Com a mudança de Ribeiro, sete dos 24 distritais decidiram trocar de legenda com respaldo da regra da janela partidária até a tarde deste sábado (7/4).

Além do parlamentar, oficializam a entrada no MDB o ex-deputado federal Luiz Carlos Pietschmann, mais conhecido por Pitiman, que abandonou o tucanato para voltar ao partido ao qual se elegeu deputado federal.

Ele, porém, garante que não pretende disputar novo mandato, mas encabeça a entrada de ao menos 11 ex-tucanos ao partido de Filippelli.



PSDBPolíticappsCLDFeleições 2018Raimundo ribeirojanela partidáriaMDB
 


COMENTE

Ler mais do blog