A Ibaneis, Mandetta diz preferir nome técnico na pasta da Saúde do DF

Governador eleito esteve com o próximo ministro da Saúde como forma de reaproximar o DF da gestão Bolsonaro

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 27/11/2018 18:08

O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) tenta aproximar o Distrito Federal da futura composição da Esplanada dos Ministérios durante a gestão do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). O emedebista esteve, nesta terça-feira (27/11), com o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MT), anunciado como ministro da Saúde do governo pesselista.

No encontro, Ibaneis expôs ao futuro comandante da pasta a gravidade da situação da rede pública de saúde do DF e pediu socorro à área federal para estancar a sangria do caos enfrentado diariamente pela população local. Ao emedebista, o futuro ministro garantiu apoio, mas solicitou ao governador eleito que listasse as prioridades.

“Saúde não espera e pedi ao ministro que me ajudasse de todas as formas possíveis. Ele ficou de sugerir, inclusive, nomes que possam nos ajudar a vencer os problemas. A partir de uma relação mais próxima com o Ministério da Saúde. O ministro sugeriu que o novo secretário da Saúde tenha perfil técnico”, disse o governador eleito do DF.

Ibaneis levou com ele a lista de nomes cotados para assumir a Secretaria de Saúde local na próxima gestão. Cauteloso, o futuro ministro preferiu não bater o martelo, mas garantiu que trabalhará em sintonia com o escolhido pelo emedebista. Mandetta sinaliza, com isso, que não deve interferir nas gestões estaduais, apesar das investidas de governadores eleitos, como o de São Paulo, João Doria (PSDB), e o próprio Ibaneis.

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias