Texturas, cores e acessórios sinalizam reinvenção na moda masculina

Graças à singularidade pregada pela geração millennial, homens estão criando coragem para ousar mais em suas produções

John Shearer/Getty Images for People MagazineJohn Shearer/Getty Images for People Magazine

atualizado 23/04/2019 8:21

Desde o pós-guerra, o homem moderno luta para reencontrar seu estilo próprio, mas a difusão do fast fashion e do jeanswear nas últimas três décadas realocaram o público masculino em uma zona de conforto um tanto quanto desinteressante. Contudo, a crescente disseminação da moda genderless e a singularidade da geração millennial, aos poucos, dão ao menswear uma importante oxigenação de tendências e práticas.

Na última temporada de premiações, por exemplo, os tradicionais smokings ganharam vida com texturas e acessórios, ameaçando a hegemonia feminina nos red carpets. Enquanto isso, nas ruas, rendas, animais prints e cores marcantes começam a se tornar cada vez mais comuns entre eles, um indício de que a moda masculina deve se reinventar por completo em 2020.

Vem comigo saber mais!

A opulência de Luís XVI revolucionou a moda masculina no final do século XVIII. Os decorativismos que tomavam as roupas e palácios do rei francês foram além de suas fronteiras e se popularizaram por toda a Europa, dando ao homem daquele tempo um ícone de estilo para se espelhar.

Reprodução
Decorativismo de Luís XVI contagiou os franceses

 

Divulgação/Versailles
Série Versailles retratou o estilo icônico do rei

 

Contudo, a chegada de Napoleão ao poder trouxe consigo um novo mood. As perucas, rendas, bordados e corsários eternizados no palácio de Versailles deram lugar aos trajes ingleses, compostos por cartolas, lenços no pescoço, casacas e cintas.

Reprodução/Internet
Estilo britânico substituiu a moda de Luís XVI

 

Mais urbano, o estilo vitoriano ganhou força com a Revolução Industrial e a partir daí sofreu pequenas alterações. O fraque, as camisas lisas e as gravatas passaram a ser sinônimos daquela elegância sóbria que tomou o guarda-roupa da burguesia, enquanto as luvas e bengalas imprimiam um ar mais clássico às produções.

Reprodução
Looks masculinos no século XIX

 

Com a Primeira Guerra Mundial, o homem se entregou às batalhas e seu contato com o design ficou adormecido em meio à grande depressão e ao militarismo. Apenas na década de 1970, a classe masculina recuperaria seu gosto pela moda, graças ao movimento hippie e às cores e estampas que deram vida ao período oitentista.

Filipe Cardoso
Roupas dos Beatles ilustram bem a moda masculina nos anos 1970 e 1980

 

Nos anos 1990 e 2000, o boom do fast fashion e do jeanswear deu aos homens mais praticidade, porém, tudo ficou meio monótono. Nos red carpets, víamos uma sequência interminável de smokings pretos e, nas ruas, apenas combinações óbvias em modelagens folgadas e tons neutros.

O grunge até representou uma diferenciação nesse contexto, com suas flanelas xadrezes e jaquetas de couro, porém, os anos seguintes colocariam o homem moderno, de uma vez por todas, em um limbo fashion sem expressão, onde a única evolução notável foi uma incessante busca pela evidência do corpo. Até agora!

Jeff Kravitz/FilmMagic
Moda masculina tem tomado novos rumos, com texturas e acessórios

 

Prestes a entrarmos em mais uma década, a moda masculina começa a apresentar um interessante desejo pelas texturas e cores. Antes limitado a camisetas, camisas, calças, bermudas e blazers sem muitos temperos, o homem tem redescoberto o poder dos acessórios.

Graças a estrelas como Michael B. Jordan, Chadwick Boseman, Timothée Chalamet, Jared Leto, Young Thug e Ezra Miller, ousar já não é mais um ato demonizado entre os machos do século XXI. A geração millennial e suas convicções marcadas pela diversidade, aos poucos, dão a coragem que eles precisavam para retomarem seu relacionamento com a moda.

Jamie McCarthy/Getty Images
Mahershala Ali, representando o futuro da moda masculina, e Viggo Mortensen, ao estilo clássico

 

Texturas
Na última temporada de premiações, os smokings tradicionais ganharam texturas interessantes, por meio de aveludados, pedrarias e brilhos. A renda, tecido até então restrito ao guarda-roupa feminino, tem surgido com frequência na camisaria, ao passo que lojas de departamentos se deparam com paetês e metalizados nas araras masculinas.

Reprodução/Instagram/@samsmith
Sam Smith tem apostado nas rendas

 

Gary Mitchell/SOPA Images/LightRocket via Getty Images
Mahershala Ali com textura animal

 

Mike Marsland/Mike Marsland/WireImage
Chadwick Boseman com sobretudo aveludado

 

Getty Images
Ezra Miller também aposta nas rendas

 

Getty Images
Bem como Swae Lee

 

Getty Images
Darren Criss usou textura em veludo

 

 

Kevork Djansezian/Getty Images
Mais um look de Chadwick Boseman, agora com paetês

 

Oscar Gonzalez/NurPhoto via Getty Images
Aplicação de pedras no casaco de Michael B. Jordan

 

Bertrand Rindoff Petroff/Getty Images
Jude Law não abre mão dos blazers de veludo

 

Michael Loccisano/Getty Images
Ezra Miller com blazer de jacquard

 

Mike Marsland/Mike Marsland/WireImage
Mais uma textura do intérprete do super-herói Flash

 

Getty Images
Rapper Young Thug também gosta de ostentar camisas de renda

 

Jason LaVeris/FilmMagic
Michael B. Jordan já apareceu até com blazer com textura de glitter

 

Cores
Os tons neutros ainda são os favoritos entre os homens, mas há quem se permita usar cores fortes e marcantes. Os looks monocromáticos são uma espécie de zona de conforto em comum, mas a colaboração entre Pharrell e Chanel sinaliza uma chance do color blocking adentrar o menswear.

Axelle/Bauer-Griffin/FilmMagic
Timothée Chalamet combinou terno vermelho com tênis esportivo

 

Chris Jackson/Getty Images
Jared Leto, de Chanel

 

Reprodução/Instagram/@decotajra
Look amarelo esportivo

 

Reprodução/Instagram/@eusoua_moda
Rosa foi quebrado com camiseta branca

 

Jason Merritt/Getty Images
Leto, desta vez com blazer azul e calça preta

 

Jeff Kravitz/FilmMagic
Matthew McConaughey mesclou tons de azul nessa combinação

 

Roy Rochlin/FilmMagic
McConaughey, desta vez com terno roxo

 

Getty Images
Rami Malek, em vermelho

 

Getty Images
Este terno azul ainda ganhou aplicações

 

Getty Images
Henry Golding com seu blazer dourado

 

Getty Images
Chris Evans investiu em blazer aveludado azul

 

Getty Images
Michael B. Jordan, em terno reluzente

 

Samir Hussein/Samir Hussein/WireImage
Jude Law com casaco roxo, em veludo

 

Estampas
As estampas na moda masculina costumavam se resumir às listras, xadrezes e motivos tropicais, mas hoje vemos um forte investimento em florais e até animal prints, inclusive, no mercado local. Como antecipamos aqui, a Dane-se trará várias estampas animais em sua próxima coleção.

Getty Images
Blazer floral de Darren Criss

 

Liliane Lathan/Getty Images for NAACP
Padronagem usada por Chadwick Boseman

 

Dave J Hogan/Dave J Hogan/Getty Images
Outro floral, agora em Timothée Chalamet

 

Dimitrios Kambouris/Getty Images for Turner
Chadwick Boseman

 

Rodin Eckenroth/Getty Images
Timothée Chalamet, em um floral de contraste
Jeff Kravitz/FilmMagic for Sony Music
Harry Styles, também de floral

 

Kevin Mazur/WireImage
Detalhes com listras inusitadas

 

Ian Gavan/Getty Images
Estampa amadeirada

 

Jason Merritt/Getty Images
Michael B. Jordan, em xadrez

 

Reprodução/Instagram/@eusoua_moda
Estampa de zebra bombou no Lollapalooza

 

Reprodução/Instagram/@eusoua_moda
Mais um clique do Lolla, agora com essa estampa de onça

 

Reprodução/Instagram/@eusoua_moda
Beto Pacheco no Baile da Vogue

 

Reprodução/Instagram/@decotajra
Look Versace

 

Reprodução/Instagram/@youngthug
Young Thug, com bomber de animal print

 

Rafaela Felicciano/Metrópoles
Estampa de jaguatirica da Dane-se

 

Acessórios
Nem só de óculos, relógios e mochilas tem vivido a moda masculina. Graças a Virgil Abloh, atual diretor criativo da Louis Vuitton, os harnesses passaram a complementar ternos nos tapetes vermelhos. Chapéus e broches também têm sido abraçados pelo público, que hoje investe em tendências como nunca antes.

Jason Merritt/Getty Images
Jared Leto com broche de flor

 

Jeff Kravitz/FilmMagic for Sony Music
Harry Styles curte finalizar seus ternos com laços…

 

Getty Images
…assim como Ezra Miller

 

Todd Williamson/NBC/NBCU Photo Bank
Timothée Chalamet com harness da Louis Vuitton

 

Kevork Djansezian/Getty Images
Michael B. Jordan também investiu na peça, mas em versão estampada

 

Reprodução/Instagram/@groovyq
Chapéu de palha é hit entre os rappers

 

Reprodução/Instagram/@revolve
No Coachella, vários artistas apostaram na peça

 

Reprodução/Instagram/@neymarjr
Neymar também é adepto

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Danillo Costa

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É apaixonada por moda e acompanha toda movimentação no universo fashion.

Últimas notícias