*
 
 

Quando o assunto é tênis, a Balenciaga sabe inovar. Apontados como aberrações da moda quando foram lançados, os modelos dad sneakers e os tênis-meias surpreenderam o mercado, conquistando uma legião de fãs e, rapidamente, se tornaram itens obrigatórios no guarda-roupa das fashionistas. Agora, meses depois de arrancarem diversas críticas ao redor do mundo, os calçados finalmente chegam às prateleiras das lojas de departamento brasileiras, confirmando a força dos itens idealizados pela label espanhola.

Vem comigo!

Quando a Balenciaga apresentou o Triple S, com várias camadas de sola e aparência suja, no desfile de inverno da Paris Fashion Week, em 2016, muita gente fez piada, insinuando que Demna Gvasalia, diretor criativo da grife, estava reutilizando os tênis velhos do avô na passarela.

Quando foi lançado em setembro do ano seguinte, a internet não perdoou. Os comentários negativos, no entanto, não atrapalharam o desempenho do acessório, que, mesmo tarifado em US$ 850, esgotou no e-commerce da grife em poucas horas.

Reprodução

Triples S

 

Reprodução

Tendência se espalhou pelo street style

 

Reprodução

Dad sneakers que a etiqueta espanhola lançou depois

 

O modelo de solado pesado e combinação de cores duvidosa, depois chamado de chunky sneaker, virou figurinha carimbada nos sites de street style. As vizinhas francesas e italianas, atentas à crescente adesão das peças, acabaram reinterpretando a tendência, que logo se espalhou entre as jovens europeias.

Reprodução

Michael Kors, Jimmy Choo e Louis Vuitton não perderam tempo e fizeram suas versões do tênis

 

Reprodução

Gucci foi uma das primeiras a aderir aos dad sneakers

 

Reprodução

Trio de chunkies da Versace

 

Reprodução

Stella McCartney, Gucci e Versace também embarcaram na onda

 

O sucesso do tênis foi um verdadeiro fenômeno, e após o excesso de imitações a Balenciaga se reinventou e lançou os tênis-meias (sock-sneaker). Além de confortáveis, os modelos são mais discretos e estilosos. Muitos consumidores diziam que o calçado não passava de uma meia colada sobre um solado, e, mais uma vez, as opiniões só colaboraram com as vendas.

As Kardashian-Jenners e os rappers Gucci Mane, Bryson Tiller e Future incorporaram a peça em seu dia a dia e, ao final de 2017, o sapato foi eleito o acessório do ano, o que levou todas as concorrentes da etiqueta espanhola a desenvolverem modelos iguais: Fendi, Givenchy, Balmain, Prada, Valentino Marc Jacobs e, até, Moschino. Todo mundo caiu de joelhos perante às meias de Demna Gvasalia.

Reprodução

Modelo da marca espanhola

 

Reprodução

Várias grifes internacionais acompanharam a Balenciaga após os sock-sneakers

 

Reprodução

Modelos da Balmain

 

Reprodução

Valentino foi uma das grifes que investiu na tendência

 

Um ano se passou e as peças chegaram às lojas de departamento no Brasil. Zara, Riachuelo, Renner e Marisa exibem uma série de variações dos modelos em suas prateleiras, confirmando que a tendência dos tênis feios se tornou obrigatória e está longe de sair de cena.

Reprodução

Zara tem várias opções de tênis-meias

 

Reprodução

Loja de departamento também tem chunkies em suas prateleiras

 

Reprodução

Modelos disponíveis da Riachuelo

 

Reprodução

Renner tem três tipos de peças

 

Reprodução

Dad sneaker disponível na Marisa

 

Uma pesquisa do Business Insider mostra que a popularidade dos sneakers aumentou em 46%, enquanto o descarte de sapatos de salto cresceu 38% segundo a plataforma thredUp, maior loja on-line de peças de segunda mão. O conforto parece finalmente estar superando o sexismo imposto às mulheres, que frequentemente têm sua feminilidade relacionada à altura de seus calçados.

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Danillo Costa



 


modaLojas MarisazaraRiachuelorennerBalenciagaDad SneakersTênis-meia