*
 
 

Em fevereiro deste ano, a Dior levou às passarelas a linha ready-to-wear Outono 2018. O feminismo foi a aposta da coleção, recheada de referências aos protestos estudantis de Paris ocorridos há 50 anos. Agora, a grife buscou inspiração em filmes da Nouvelle Vague na atual campanha, que traz jovens nas ruas parisienses num clima bem blasé e retrô.

Vem comigo saber mais!

O slogan “C’est non non non et non”, que significa “não é não, não e não”, aparece na coleção. A pegada sessentista está presente em peças de alfaiataria com estampa tartan em vermelho e azul.

A nova campanha lembra filmes como Une Femme Est Une Femme (1961), de Jean-Luc Godard. Legendas com frases de impacto dão o toque final ao clima cinematográfico das fotos.

Divulgação/Dior

Boinas e botas de couro trazem o charme francês sessentista para os looks

 

Divulgação/Dior

No suéter, a frase: “Não é não, não e não”

 

Divulgação/Dior

Alfaiataria e boinas: duas lembranças da juventude dos filmes franceses dos anos 1960

 

A Nouvelle Vague revolucionou a sétima arte ao quebrar padrões narrativos e temáticos, dando, assim, mais espaço para a juventude expressar suas ideias. É conhecida pela estética noir e pelos diálogos existenciais entre os personagens. Os protestos de maio de 1968 foram uma grande inspiração para o movimento, quando estudantes foram às ruas contra o conservadorismo e a favor de mudanças nas políticas educacionais.

Divulgação/Dior

A Dior apostou no xadrez para a coleção

 

 

Divulgação/Dior

Cenas de jovens em momentos reflexivos são típicas dos filmes da Nouvelle Vague

 

Divulgação/Dior

Jaqueta de couro da coleção Outono 2018

 

Destaque para as saddle bags, itens famosos da maison francesa no fim dos anos 1990 que voltaram a ser tendência entre as fashionistas:

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Hebert Madeira



 


modaDiornouvelle vague