Coleções conceituais e regionalismo marcam segunda noite do #DFB2019

Estilistas fizeram jus ao título de maior semana de moda autoral da América Latina

Nicolas GondimNicolas Gondim

atualizado 18/05/2019 5:39

Nem sempre aquilo que chega à passarela é criado com o intuito de ser uma simples roupa. A moda também tem seu viés artístico e, em muitos casos, o propósito de uma peça é ser contemplada.

Como a maior semana de moda autoral da América Latina, o Dragão Fashion Brasil é o palco perfeito para quem busca usar o segmento fashion como expressão cultural. Na noite dessa quinta-feira (16/05/2019), isso pôde ser visto em várias ocasiões.

Se no primeiro dia do Dragão Fashion Brasil 2019 o caráter conceitual da semana de moda ficou comedido, na noite posterior as marcas e designers participantes não deixaram a desejar.

Vem conferir comigo!

ESC
A ESC abriu o segundo dia do Dragão Fashion Brasil com um beachwear marcado pela manipulação de tecidos, alcançando texturas por meio de dobras estratégicas e drapeados. Enquanto os biquínis apareceram com partes superiores retangulares combinadas às hot pants, as saídas ganharam silhuetas mais afastadas do corpo. A cartela de cores contemplou o branco, azul-céu e berinjela, usados nas estampas geométricas que nortearam o trabalho. Os acessórios são da marca brasiliense Abi-Project, de Nathalia Abi-Ackel.

Roberta Braga e Chico Gomes
Marca alcançou efeito interessante com tecidos dobrados estrategicamente

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Amarrações deram formato ao corpo

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Formas retangulares formaram parte de cima dos biquínis

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Acessórios usados no styling são da brasiliense Nathalia Abi-Ackel

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Hot pants surgiram com frequência

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Estampas geométricas nortearam a coleção

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Berinjela foi destaque na cartela de cores

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Saídas tiveram silhuetas amplas

 

Saldanha
O estilista Even Saldanha voltou ao Dragão Fashion Brasil com uma coleção mais elegante e sofisticada. Modelista de mão cheia, o designer uniu a alfaiataria e o handmade, com um toque de sportwear. Telas ganharam aplicações de cordas, e o macramê – muito revisitado nesta edição da semana de moda – surgiu em acabamentos, blusas, vestidos e saias. Acompanhando as tendências internacionais, Saldanha também investiu nas mangas amplas e em uma sensualidade mais discreta.

Roberta Braga e Chico Gomes
Estilista usou pregueado para alcançar a textura desta camisa

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Macramê finalizou bomber de tela

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Designer apostou nas mangas amplas

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Silhuetas foram afastadas do corpo

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Telas ganharam aplicações de cordões

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Modelo de macramê

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Mais handmade, agora com esta flare

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Coleção foi finalizada com perfume de moda praia

 

Jangadeiro Têxtil
O universo das mulheres dos jangadeiros foi o ponto de partida para a coleção apresentada pela Jangadeiro Têxtil no DFB 2019. Repleto de tecidos naturais, o trabalho também foi marcado pela mescla da alfaiataria com o handmade, mas aqui em um mood mais litorâneo. A cartela de cores, formada por tons de off-white, vinho, azul royal e verde, contrastou com as pinceladas em forma de jangada que formaram as estampas das roupas.

Roberta Braga e Chico Gomes
Biquíni com saída feita em macramê de malha

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Empresa apostou na elegância

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Por ser uma marca especializada em estamparia digital, não poderiam faltar prints

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Pinceladas formavam jangadas, uma das inspirações do trabalho

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Blazer assimétrico contrastou com saia plissada

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Peças foram assinadas pela estilista Gisela Franck

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Modelo minimal em azul royal

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Compilado foi inspirado pelas mulheres dos jangadeiros

 

Cariri Visceral
Cariri Visceral é nome de uma coleção-cápsula elaborada pelos alunos do Senac Crato, sob a orientação da professora Ariane Morais. O trabalho tem como proposta juntar passado, presente e futuro da região por meio de uma linguagem fashion conceitual. Sem cunho comercial, o compilado não trouxe linearidade, mas cada look foi pensado para encher os olhos da audiência. Para isso, o grupo de estudantes recorreu aos macramês, cordas, palhas, organzas, rendas, couros, metais e pedras.

Roberta Braga e Chico Gomes
A coleção Cariri Visceral foi feita por 16 alunos do Senac Crato

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Trabalho não seguiu linearidade, mas foi de encher os olhos

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Resultado foi uma série de looks lúdicos e cheios de arte

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Metais foram usados para finalizar as produções

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Textura de nervuras contrastou com o couro

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Intuito foi retratar a cultura da região

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Ar misterioso nesta produção

 

Roberta Braga e Chico Gomes
A figura da viúva fechou o show

 

Bruno Olly
O street style e o boxe se encontraram na passarela de Bruno Olly, em mais uma mostra de como dar brasilidade às grandes tendências do mercado. Em uma coleção marcada pelo contraste de texturas, o estilista usou matelassês de estopa de linho, tressés de malha e retalhos de jeans para compor seus lutadores fashionistas.

Roberta Braga e Chico Gomes
Olly usou estopa de linho para fazer matelassê

 

Roberta Braga e Chico Gomes
A down jacket, famosa no último inverno europeu, ganhou versão bem brasileira

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Designer usou jeans para dar acabamento a este macacão

 

Roberta Braga e Chico Gomes
De olho na sustentabilidade, ele reaproveitou retalhos

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Mood boxer norteou o trabalho

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Tecidos tecnológicos foram usados

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Calça e pochete em matelassê

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Calção de boxe feito em tressé de malha

 

Rendá
Com o tema Bordado Richilieu, da França ao Ceará, Camila Arraes tentou traduzir a história da renda em sua nova coleção, marcada pelas composições renascentistas com couro bordado em richelieu. Nas cores, as apostas foram no branco e em diversos tons de rosa, enquanto na modelagem as mangas bufantes, decotes em V e os comprimentos mídi ganharam destaque.

Roberta Braga e Chico Gomes
Camila Arraes se inspirou na história da renda

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Assim como Almerinda Maria, designer brinca com vários tipos de renda

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Estampas surgiram em produções pontuais

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Cartela de cor contemplou vários tons de rosa

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Degradê deu expressão a este modelo

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Mangas amplas, o grande hit do DFB 2019

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Produção com pegada provençal

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Estilista investiu no estilo girlie

 

David Lee
O desfile de David Lee no Dragão Fashion Brasil foi uma continuação da coleção Under The Sun, apresentada em Londres durante o International Fashion Showcase (IFS) em fevereiro deste ano. Listras, xadrezes e estampas de girassóis e palmeiras deram cor às peças, enquanto diferentes pontos de crochê se encarregaram das texturas. Para esta temporada, o designer criou um homem moderno e conectado ao streetwear.

Roberta Braga e Chico Gomes
Estilista abriu o desfile com este print de girassol

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Como não poderia ser diferente, a coleção Under The Sun contou com cores quentes

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Diferentes pontos de crochê neste suéter

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Lee construiu homem moderno

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Composição de estampas tropicais

 

Roberta Braga e Chico Gomes
David também apostou nas listras e xadrezes

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Trabalho foi um desdobramento do preview feito em Londres, no início do ano

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Mood contemporâneo

 

Wagner Kallieno
Wagner Kallieno encerrou a segunda noite de desfiles com uma coleção concebida por meio de suas vivências e gostos pessoais. Enquanto sua paixão pelos anos 1980 deu shape aos looks do trabalho, sua rotina fitness o levou até as matérias-primas exploradas nesta temporada (uma gama de tecidos feitos com reaproveitamento de garrafas PET).

Roberta Braga e Chico Gomes
Estilista usou tecidos feitos com garrafas PET

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Os anos 1980, marca do trabalho de Wagner, apareceram novamente

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Aplicações de estrelas apareceram em várias peças

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Kallieno abusou das mangas presunto

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Visual esportivo ganhou brilho

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Padronagens deram cor à cartela neutra

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Designer faz coleções bem pessoais

 

Roberta Braga e Chico Gomes
Bermudas ganharam parte removível que imita uma saia

 

Colaborou Danillo Costa

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É apaixonada por moda e acompanha toda movimentação no universo fashion.

Últimas notícias