Viviane Rocha é primeira vítima do coronavírus no DF

Enfermeira e assessora do Conass tinha 61 anos. Ela morreu na segunda (23/03). Caso só foi confirmado neste domingo (29), após contraprova

atualizado 29/03/2020 15:13

Viviane Rocha, primeira vítima do DF de coronavírus Reprodução/Redes sociais

Uma paciente de 61 anos infectada com o novo coronavírus morreu no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), na última segunda-feira (23/03). A confirmação de que a moradora de Brasília tinha a Covid-19 veio neste domingo (29/03), com o resultado da contraprova, realizado pela Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Graduada em enfermagem, ela era assessora técnica do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Segundo informações do Governo do Distrito Federal (GDF), Viviane Rocha de Luiz (foto em destaque) entrou no Hran no domingo, dia 22 de março, com quadro de febre, desconforto respiratório e histórico de contato com paciente infectado pela Covid-19 que veio de São Paulo.

Viviane Rocha tinha comorbidades, de acordo com boletim médico. Sofria de obesidade mórbida, hipertensão arterial sem tratamento e era ex-tabagista. O quadro evoluiu para parada cardiorrespiratória às 11h40 do dia 23 de março.

Viviane fez exame específico para a Covid-19, mas o primeiro resultado foi inconclusivo. Depois, a contraprova seguiu para o laboratório da Fiocruz. Neste domingo (29/03), houve a confirmação da doença.

Números

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal divulgou, no fim da manhã deste domingo (29/03), novos números do coronavírus na cidade. De acordo com os dados, 288 pessoas estão infectadas na capital do país.

Desde a divulgação dos últimos número, também neste domingo, houve crescimento de cinco casos confirmados — agora, com uma morte. Por outro lado, 134 pacientes estão recuperados.

São 203 pessoas com infecções leves, enquanto 13 apresentam infecções graves e 12, infecções críticas.

Últimas notícias