Número de policiais civis do DF com coronavírus chega a 183. Dois morreram

Um delegado aposentado e um agente da PCDF faleceram em decorrência da Covid-19. Percentual de contaminação é de 4,37%

atualizado 27/07/2020 16:39

Hugo Barreto/Metrópoles

O número de policiais civis do Distrito Federal que estão na ativa e foram diagnosticados com o novo coronavírus chegou a 183 nesta segunda-feira (27/7). Se somados os aposentados, a quantidade é de 240.

A Polícia Civil do DF (PCDF) informou que a corporação tem 4.184 servidores trabalhando. Isso significa que o percentual de contaminação é de 4,37%.

Dois integrantes da PCDF morreram em decorrência da Covid-19. O caso mais recente é do delegado aposentado Alexandre Moreira Dantas, que foi a óbito no dia 18 de julho de 2020.

O agente de polícia Geraldo Geovany Ribeiro Viana, 54 anos, faleceu no dia 25 de junho. O servidor era diretor adjunto da Divisão de Apoio de Serviços Gerais (DASG).

0

O presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Judiciária (ADPJ) e do Sindicato dos Delegados de Polícia do DF (Sindepo-DF), Rafael Sampaio, disse que as delegacias estão sobrecarregadas durante a pandemia.

“Há muita substituição de plantão. É um sentimento muito angustiante, principalmente pela falta de testes rápidos”, afirmou. Sampaio pontuou que a orientação para a população é de priorizar o atendimento por meio da internet. “Se for possível, evite o contato. É mais segurança para o cidadão e para o policial”, assinalou.

O Distrito Federal registrou, do início da pandemia até a tarde desta segunda-feira (27/7), 1.326 óbitos em decorrência do novo coronavírus e 96.491 casos confirmados.

O que diz a PCDF

A PCDF disse, em nota enviada à coluna, que tem tomado “diversas providências para combater a disseminação da Covid-19, entre elas, ampliou o registro de ocorrências via internet, por meio da Delegacia Eletrônica, para reduzir a circulação de pessoas nas delegacias”.

“Mais de 30 mil máscaras foram distribuídas às unidades policiais, assim como luvas, frascos e galões de álcool líquido e em gel. O Instituto de Criminalística da PCDF também está fabricando álcool 70% para o uso dos servidores, o que está auxiliando no atendimento da demanda”, afirmou.

Segundo a corporação, compras emergenciais também estão em andamento para adquirir mais desses produtos de limpeza e de proteção individual.

A desinfecção dos ambientes de trabalho e ações de vacinação de servidores contra a gripe também estão no rol das medidas tomadas pela instituição, de acordo com a PCDF. “E a Policlínica da PCDF está dando suporte aos policiais civis com orientações para evitar o contágio e monitoramento dos servidores afastados em razão do contágio”, frisou.

“Informamos, ainda, que até o momento foram diagnosticados 183 policiais com o novo coronavírus”, confirmou. A corporação assinalou, também, que foram instalados vidros nos balcões de atendimento das unidades policiais, que funcionam como uma divisória, para diminuir o risco de contágio entre as pessoas que circulam nas delegacias.

Últimas notícias