Morador do Guará de 82 anos é a 4ª morte por coronavírus no DF

Paciente apresentava comorbidades: tinha hipertensão arterial e insuficiência renal crônica

Sistema do centro de monitoramento do coronavírus no GDFRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 02/04/2020 18:01

Foi confirmada, na tarde desta quarta-feira (01/04), a quarta morte em decorrência do novo coronavírus no Distrito Federal.

José de Souza Sobrinho tinha 82 anos e era morador do Guará. Ele apresentava comorbidades: tinha hipertensão arterial e insuficiência renal crônica.

O paciente estava internado no Hospital Santa Luzia desde o dia 24 de março.

O Distrito Federal tem 354 casos confirmados do coronavírus, segundo dados do GDF atualizados às 10h34 desta quarta-feira (01/04). Houve acréscimo de 21 novos casos de Covid-19 em relação aos números divulgados na noite dessa terça-feira (31/03).

Outras mortes

A terceira morte em decorrência do novo coronavírus no Distrito Federal foi a de um paciente de 73 anos. Ele estava internado no Hospital Santa Lúcia, na Asa Sul, desde 23 de março. O óbito em decorrência da Covid-19 foi confirmado na última terça-feira (31/03).

De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, a vítima apresentava algumas doenças crônicas, como hipertensão.

O morador do Núcleo Bandeirante Maurílio José de Almeida, 77 anos, foi o segundo óbito por Covid-19 registrado no DF. Internado na UTI do Hospital Brasília, no Lago Sul, desde 27 de março, ele morreu no domingo (29/03). O teste do paciente foi confirmado na segunda-feira (30/03).

Ainda de acordo com a pasta, o idoso também tinha doenças crônicas, fato que agravou o quadro de saúde. Maurílio tinha neoplasia, cardiopatia e doença pulmonar obstrutiva crônica.

No fim de semana, o GDF comunicou a primeira morte por coronavírus no DF. Trata-se da enfermeira Viviane Rocha de Luiz, de 61 anos. Ela estava internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e faleceu na unidade de saúde no dia 23 de março

A confirmação de que a moradora de Brasília tinha a Covid-19 veio no domingo, com o resultado da contraprova, realizada pela Fiocruz, no Rio de Janeiro. Viviane também tinha comorbidades.

Últimas notícias