Funcionários da CEB amanhecem em greve nesta terça-feira

Apenas serviços essenciais, como falta de luz em hospital e cabo de energia partido que possa causar risco, serão atendidos por servidores

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

atualizado 02/12/2019 22:03

Funcionários da CEB amanhecem em greve nesta terça-feira (03/12/2019). Eles querem pressionar o governo a garantir manutenção de benefícios.

Está em risco de extinção, por exemplo, o tíquete-natalino (R$ 1.300) e o quinquênio (adicional de 5% sobre o salário a cada cinco anos trabalhados).

O sindicato que representa a categoria (Stiu-DF) informou à coluna que apenas serviços essenciais, como o atendimento de ocorrências de falta de luz em hospital ou cabo de energia partido, serão mantidos.

Nesta segunda, 6.222 unidades consumidoras da Asa Sul ficaram sem luz. Leia mais na reportagem assinada por Matheus Garzon.

A contraproposta da CEB será analisada pelos trabalhadores a partir das 9h30 desta terça, na frente da sede da estatal, no SIA.

Em nota, a CEB disse acreditar que as partes chegarão, em breve, a um acordo e afirmou ter um plano de emergência para minimizar os efeitos de uma paralisação mais duradoura.

Últimas notícias