CPI da Alesp aprova convocação de Basile Pantazis, empresário brasiliense

O empresário será chamado para depor na CPI das Quarteirizações, que investiga contratos firmados pelo poder público de São Paulo

atualizado 30/09/2020 19:03

Empresário brasiliense, Basile Pantazis Felipe Menezes/Metrópoles

A CPI das Quarteirizações da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou, nesta quarta-feira (30/9), convocação do empresário Basile George Pantazis para depor sobre a compra de respiradores chineses pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo.

O empresário brasiliense teria participado da negociação como intermediário entre o governo e a empresa Hichens Harrisson, que entregou 1.280 respiradores por meio de liminar.

O presidente da InvestSP, Wilson Mello Neto, também foi convocado para prestar informações à CPI. A CPI da Alesp investiga a quarteirização de contratos firmados pelo poder público em SP e contratações feitas durante a pandemia da Covid-19.

O que diz

Em nota, Basile Pantazis confirma que atuou como representante da Hichens, Harrisson & Co na importação de respiradores para atender à demanda do Estado de SP.

“Todos os aparelhos já foram entregues. O atraso ocorreu por fatores alheios à vontade da Hichens e do governo paulista, por causa da intervenção do Estado chinês na fábrica dos aparelhos. Basile prestou esclarecimentos ao Ministério Público e permanece à disposição das autoridades”, afirmou.

Últimas notícias