Com 46 novas mortes, DF bate recorde diário de óbitos por coronavírus

Com as recentes notificações, o número de falecimentos por coronavírus na capital do país chega a 1.158, sendo 1.054 de pacientes do DF

atualizado 21/07/2020 23:21

O Distrito Federal registrou, nesta terça-feira (21/7), 46 mortes em decorrência do novo coronavírus. O número de falecimentos notificados em 24 horas é o mais alto desde o início da pandemia. O recorde diário anterior foi de 41 falecimentos, em 15 de julho.

Com as novas notificações, o total de mortes provocadas pela Covid-19 na capital do país até o momento chega a 1.158 – sendo 1.054 de pacientes do DF e 104 de moradores de outras unidades da Federação que estavam em tratamento na rede de saúde brasiliense.

No mesmo período, 1.789 pessoas foram diagnosticadas com a Covid-19. Assim, o número de infectados alcança a marca de 86.076.

De acordo com a Secretaria de Saúde, cinco dos 46 óbitos foram de pacientes que residiam em cidades goianas do Entorno: Valparaíso de Goiás, Formosa, Novo Gama e Santo Antônio do Descoberto.

Entre as vítimas que moravam no DF, 10 eram de Ceilândia, região administrativa com mais número de mortos e infectados. Sete pacientes residentes em Samambaia também perderam vida, seis do Recanto das Emas, cinco do Gama e quatro de Santa Maria.

As regiões administrativas do Guará, Planaltina e Taguatinga registraram duas mortes cada. Os demais falecimentos registrados são de moradores do Lago Sul, Paranoá e Plano Piloto.

Oito dos 46 óbitos foram de pacientes que não apresentavam nenhuma doença preexistente considerada como comorbidade.

As mortes registradas nesta terça ocorreram entre os dias 19 de junho e 20 de julho, mas só agora entraram para a estatística oficial.

0

Últimas notícias