Brazlândia, P Norte e Santa Maria terão Central de Flagrantes

Com a mudança, delegados e escrivães darão expediente 24 horas nas delegacias, o que permite o registro de prisões e coleta de depoimentos

atualizado 14/01/2020 19:37

As delegacias de Brazlândia (18ª DP), do Setor P Norte (19ª DP) e de Santa Maria (33ª DP) passarão a funcionar como Centrais de Flagrante a partir da próxima sexta-feira (17/01/2019).

Com a mudança, delegados e escrivães darão expediente 24 horas nas unidades, o que permite o registro de prisões em flagrante e a coleta de depoimentos de vítimas e suspeitos.

“Os moradores de Santa Maria, por exemplo, precisavam ir até o Gama. Em Brazlândia, os crimes eram registrados em Ceilândia quando ocorriam após as 19h ou em fins de semana e feriados. Vamos acabar com esses inconvenientes para a população”, afirmou o diretor da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Robson Cândido.

Os servidores serão bonificados. Em janeiro de 2019, foi instituído o serviço voluntário na PCDF – verba indenizatória concedida aos policiais que, voluntariamente, no período de folga, apresentem-se ao serviço.

“Conversamos com o secretário de Economia, André Clemente, e com a colaboração dele e da pasta poderemos oferecer esse serviço”, afirmou Cândido.

SOBRE OS AUTORES
Lilian Tahan

Dirige desde setembro de 2015 o site de notícias Metrópoles. É formada em comunicação social pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em jornalismo digital e gestão de empresa de comunicação pela ISE Business School, instituição vinculada à Universidade de Navarra, na Espanha. Antes do Metrópoles, trabalhou por 12 anos no Correio Braziliense e dois anos na revista Veja Brasília. Ao longo da carreira, conquistou prestigiados prêmios de jornalismo, como Esso, Embratel, CNT, CNI, AMB, MPT, Engenho.

Gabriella Furquim

Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), com experiência em redação, assessoria de imprensa e gestão de comunicação. Atua na área desde 2009. Integrou as equipes de reportagem e edição dos jornais Correio Braziliense e Aqui DF. Em 2014, coordenou a comunicação da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente, Seção Defence for Children Brasil (Anced/ DCI Brasil), e do projeto internacional Red de Coaliciones Sur. De 2015 a 2017, foi assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Últimas notícias