Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Aneel dá anuência prévia para venda da CEB, e privatização deve ser concluída em fevereiro

A Bahia Geração de Energia, da Neoenergia, venceu o leilão para compra da CEB Distribuição com lance de R$ 2,515 bilhões

atualizado 27/01/2021 12:00

Michael Melo/Metrópoles

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deu anuência prévia para a transferência de controle societário da CEB Distribuição. A Bahia Geração de Energia, da Neoenergia, venceu o leilão de compra da subsidiária com lance de R$ 2,515 bilhões.

O aval da Aneel para a operação é uma das últimas etapas para concluir a primeira privatização do Distrito Federal.

Segundo o despacho da Aneel da última sexta-feira (22/1), o prazo para implementação da operação é de até 120 dias. A CEB deverá enviar cópia de toda a documentação em até 30 dias após a efetivação da venda.

A estimativa é de que contrato e termos estejam prontos para assinatura até o fim de fevereiro. O pagamento integral dos R$ 2,515 bilhões deve ser feito depois da formalização da privatização.

Para finalizar a venda da subsidiária, a CEB tenta resolver uma pendência referente ao terreno da companhia.

A privatização da CEB Distribuição também recebeu permissão do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). O órgão aprovou a operação no dia 14 de janeiro.

Nova subestação

A Companhia Energética de Brasília (CEB) inaugurou a subestação do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), na terça-feira (26/1).

A nova estrutura, chamada de SE 08, deve atender mais de 12 mil unidades consumidoras de energia elétrica na região. O investimento foi de R$ 13 milhões. A obra gerou 75 empregos diretos e aproximadamente 225 indiretos.

0

Últimas notícias