Saúde pet: veja a melhor maneira de tratar a gripe canina

Com a mudança repentina do tempo, as gripes nos cães se tornam muito comuns, logo, os tutores devem tomar alguns cuidados especiais

Divulgação/ Shutterstock

atualizado 24/03/2020 22:33

Quem já ouviu a tosse de um cachorro, sabe que ela pode ser um pouquinho assustadora. A tosse canina se assemelha com um pigarro forte – semelhante a estar expulsando algo da garganta – e muitos donos confundem com engasgo. Agora, imagine várias tosses em sequência: pode ser a famosa gripe canina.

Com a mudança repentina do tempo, tão típica nos países tropicais como o Brasil, é comum que vírus e bactérias encontrem um habitat ideal para se espalhar com mais facilidade. Dentre estes visitantes indesejáveis, estão os responsáveis pela gripe canina que, sim, é real.

Muitos donos, inclusive, optam por não vacinar seus cães contra gripe canina ou tosse canis por não acreditar em tais vírus. Porém, eles são reais e se reproduzem facilmente, de forma especial em bairros e comunidades que possuem muitos cachorrinhos. Ali é o ambiente ideal para contagiar de cão para cão e se tornar uma área de contágio perigosa.

Leia a matéria completa no Portal do Dog.

Últimas notícias