Confira como tratar e evitar a gripe em cães

A gripe canina acomete animais de diferentes raças e idades

atualizado 27/01/2020 16:29

Reprodução/Daniel Lincoln

Ao contrário do que muitos pensam, os cães, assim como os seres humanos, podem contrair gripe. Chamada de traqueobronquite ou simplesmente gripe canina, a doença é uma patologia encontrada principalmente em animais que vivem ao relento. Essa enfermidade ocorre devido a três agentes, sendo dois vírus extremamente contagiosos (parainfluienza e adenovirus) e uma bactéria chamada bordetella, classificada como uma zoonose (doença transmitida do animal para o ser humano).

A gripe canina acomete animais de diferentes raças e idades. A transmissão acontece principalmente por meio do contato de um animal infectado com o outro. A alimentação e o manejo irá colaborar muito para que o cachorro tenha um bom sistema imunológico, gerando uma barreira contra a entrada do vírus.

Na maioria das vezes, os animais que mais apresentam a virose são cães de rua, pois ficam mais expostos às mudanças climáticas. Essa enfermidade precisa de atenção especial, já que pode evoluir para um quadro de pneumonia.

Sintomas

Os sintomas da gripe canina se assemelham muito aos experimentados pelos seres humanos: corrimento nasal intenso, desidratação, olhos lacrimejando intermitentemente, vermelhidão nos olhos, espirros, tosse seca, febre e fraqueza.

Leia a matéria completa no Portal do Dog.

Últimas notícias