Diretor da EBC demitido por Bolsonaro ganha cargo de confiança

Diretor-geral da estatal, Roni Baksys nomeou Vancarlos Alves para uma função de confiança. Exoneração e indicação ocorreram no mesmo dia

Marcelo Camargo/EBCMarcelo Camargo/EBC

atualizado 10/09/2019 18:36

Horas após ser demitido pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), o ex-diretor de Conteúdo e Programação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Vancarlos de Oliveira Alves, foi nomeado como assessor 3 da diretoria-geral da estatal de comunicação.

A portaria com a nomeação foi elaborada nessa segunda-feira (09/09/2019) pela presidência da EBC, mesmo dia em que a exoneração foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). O documento com a condução para a função de confiança é assinado pelo diretor-geral da EBC, Roni Baksys. Nos bastidores, a nomeação causou estranheza. O cargo até então ocupado por Vancarlos está vago.

Veja a portaria com a nomeação:

Portaria n 651 by Anonymous oC59lco on Scribd

Vancarlos Alves estava na Diretoria de Conteúdo e Programação da EBC há pouco mais de três meses. Ele assumiu o posto no lugar de Nei Guimarães Barbosa, exonerado em 17 de junho. Nei estava no cargo desde setembro de 2018 e foi nomeado pelo então presidente Michel Temer (MDB). À época, substituiu Maria Aparecida Fontes.

Roni Baksys usou a reserva técnica de cargos da EBC para nomear Vancarlos. No documento, ele cita uma reunião do Conselho de Administração (Consad) da empresa como argumento para a nomeação.

Antes de ser diretor de Conteúdo, Vancarlos Alves já atuava na empresa como gerente-executivo da TV Brasil. Em abril deste ano, foi o responsável pela reformulação da grade de programação da emissora.

A estatal cuida da comunicação do governo e administra a Agência Brasil, rádios estatais, portal EBC e TV Brasil, por exemplo.

Mudanças no comando
Em meados de agosto, o presidente Bolsonaro nomeou o general de divisão Luiz Carlos Pereira Gomes como presidente da EBC, no lugar do administrador de empresas Alexandre Henrique Graziani Junior.

Militar da reserva, Pereira Gomes chega ao cargo com o aval do ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos. Ele era vice-chefe do Departamento-Geral de Pessoal e foi para a reserva no dia 31 de julho.

SOBRE O AUTOR
Otávio Augusto

Formado em jornalismo pelo Centro Universitário ICESP. Trabalhou nos jornais Alô Brasília e Correio Braziliense, onde passou pelas editorias de Cidades, Política e Brasil. Foi setorista de Saúde por dois anos. Tem interesse pelos temas de direitos humanos e meio ambiente, além de política e economia. No seu tempo livre, aprecia esportes, como corridas ao ar livre. É repórter do Metrópoles desde fevereiro de 2019.

Últimas notícias