CPI do BNDES desembarca nos Estados Unidos

Deputados vão investigar negócios da JBS, dos irmãos Wesley e Joesley Batista no exterior e com recursos do BNDES

DivulgaçãoDivulgação

atualizado 30/09/2019 20:18

Integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga supostas irregularidades no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aterrissaram nesta segunda-feira (30/09/2019) em solo norte-americano e esperam retornar com informações do Departamento de Justiça americano sobre a internacionalização da JBS na bagagem. As operações tiveram o banco brasileiro de fomento como sócio, em um investimento de mais de R$ 8 bilhões.

A comitiva brasileira é composta por três deputados: o presidente da CPI, Vanderlei Macris (PSDB-SP), a vice, Paula Belmonte (Cidadania-DF), e o relator, Altineu Côrtes (PL-RJ). A CPI pretende fazer ainda um intercâmbio de informações com a Securities and Exchange Comission, uma espécie de Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, para apurar possíveis irregularidades.

Vale lembrar que mesmo após a divulgação dos áudios de Joesley com o ex-presidente Michel Temer, a gigante brasileira continua forte no mercado americano. Em abril de 2019, a JBS inaugurou um centro de inovação em alimentos, avaliado em R$ 50 milhões, em parceria com a Universidade do Colorado.

 

SOBRE O AUTOR
Últimas notícias