“Sou um juiz imparcial”, diz Alcolumbre sobre vetos à Lei de Abuso

O presidente do Senado não quis se comprometer quanto ao resultado dos vetos que serão analisados na sessão do Congresso Nacional

José Cruz/Agência Brasil

atualizado 24/09/2019 18:12

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse nesta terça-feira (24/09/2019) que é “imparcial” no cabo de guerra dos vetos à Lei de Abuso de Autoridade, que são analisados pela sessão do Congresso Nacional.

“Acho natural que cada parlamentar se manifeste, pela manutenção ou pelo veto. Eu sou um juiz, sou imparcial, um magistrado”, afirmou.

Alcolumbre, contudo, fez questão de ressaltar a posição dele quanto ao veto às bagagens aéreas. O senador declarou ser favorável à decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), de manter a cobrança nas bagagens de até 23kg.

“Eu acho que tem que manter o veto das bagagens”, reforçou. Ele defendeu ainda a aprovação dos projetos de lei do Congresso Nacional,  que liberam crédito extraordinário para cerca de sete ministérios, além de usar parte dos recursos para pagar emendas estaduais.

Últimas notícias