R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão por tráfico sexual e extorsão

De acordo com a revista Variety,o cantor e compositor foi considerado culpado em todas as nove acusações a que respondia

atualizado 29/06/2022 18:18

R KellyAntonio Perez - Pool via Getty Images

O cantor e compositor R. Kelly (foto em destaque) foi condenado a 30 anos de prisão nesta quarta-feira (29/6) por tráfico sexual e extorsão. De acordo com a revista Variety, ele foi considerado culpado em todas as nove acusações a que respondia.

Após seis semanas de deliberações em Nova York (EUA), o cantor foi considerado culpado pelos crimes de extorsão e outras oito de violação do chamado Ato Mann, que proíbe o transporte de pessoas entre estados para prostituição.

O julgamento ouviu 45 testemunhas e demonstrou como ele usou intermediários, incluindo seus funcionários, para atrair mulheres para situações de abuso sexual. As situações envolviam trancá-las em quartos sem comida ou banheiro durante dias, além de muitas delas serem menores de idade.

Kelly está preso desde julho de 2019, e será transferido para Chicago, onde em agosto será novamente julgado, dessa vez por acusações de pornografia infantil e obstrução de justiça.

Alguns relatos das vítimas sobre as acusações envolvendo Kelly foram contados pelas próprias vítimas no documentário Surviving R. Kelly.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos 

Mais lidas
Últimas notícias