“Não existe estupro culposo”: artistas protestam sobre caso de Mari Ferrer

Anitta, IZA, Paola Oliveira e outras famosas usaram as redes sociais para criticar a decisão da Justiça

atualizado 03/11/2020 17:03

Maria FerrerRedes Sociais

Diversas artistas brasileiras, de diferentes áreas culturais, se uniram, nesta terça-feira (3/11), para manifestar apoio a Mari Ferrer. Na lista de famosas que saíram em defesa da jovem de 23 anos, estão IZA, Anitta e Paolla Oliveira.

A atriz, que atualmente está na reprise da novela A Força do Querer, foi enfática em sua publicação: “Não existe estupro culposo”, disse Paola Oliveira.

Anitta seguiu na mesma linha e escreveu nas redes sociais: “Que porra é essa, Brasil?”. IZA também protestou, reforçando a inexistência de “estupro culposo”.

Veja as manifestações:

0
Entenda o caso

Imagens da audiência da influencer Mariana Ferrer, de 23 anos, para julgar o empresário André de Camargo Aranha obtidas pelo The Intecept Brasil geraram grande repercussão. O homem é acusado de estuprar a jovem promoter em uma festa que ocorreu em 2018.

O Ministério Público argumentou que o empresário não tinha como saber, durante o ato sexual, que a jovem não estava em condições de consentir a relação, não existindo assim “intenção” de estuprar.

Sendo assim, o juiz aceitou a argumentação de que André cometeu um “estupro culposo”, um “crime” não previsto na lei brasileira. Como o crime não existe, o réu foi inocentado.

Nas imagens, é possível ver o advogado do empresário, Cláudio Gastão da Rosa Filho humilhando Mari Ferrer, mostrando fotos da carreira de modelo da jovem.

Últimas notícias