Luísa Sonza se recusa a viajar no mesmo voo que Jair Bolsonaro

Cantora já estava na aeronave e pediu para desembarcar, assim como outros passageiros

atualizado 30/09/2018 13:39

Reprodução/Instagram

O candidato a presidente Jair Bolsonaro causou tumulto ao embarcar, nesse sábado (29/9), em um voo de São Paulo para o Rio de Janeiro. A presença do presidenciável provocou gritos de apoio e repúdio e algumas pessoas inclusive desistiram da viagem, como a cantora e influenciadora digital Luísa Sonza.

Segundo o site UOL, a mulher de Whindersson Nunes já havia embarcado no voo 1036 da Gol, e quando soube da presença do ex-deputado na aeronave pediu para desembarcar, em repúdio ao político.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

O voo foi marcado inclusive por muito alvoroço. Entre gritos de “mito” e “ele não”, o militar da reserva acenou para os passageiros do voo, mas evitou fazer algum tipo de declaração. O presidenciável ocupou logo as primeiras poltronas.

Ele recebeu alta do Hospital Albert Einstein depois de 22 dias de internação. Ele foi esfaqueado no abdômen durante campanha em Juiz de Fora (MG).

Os comissários de bordo e policiais federais tiveram dificuldade para convencer os passageiros a mudar de lugar para que o candidato e a equipe ficassem juntos. Muitos reclamaram e pediram também para desembarcar.

Mais lidas
Últimas notícias