Jason Momoa se irrita ao ser questionado sobre cena de estupro: “Pergunta nojenta”

Momoa não gostou nada de ser questionado sobre a polemica cena de estupro com Emilia Clarke

atualizado 03/08/2021 21:25

Ethan Miller/Getty Images

Jason Momoa se irritou com um repórter do New York Times após ser questionado sobre a polêmica cena de Game of Thrones, em que seu personagem, Khal Drogo, estupra Daenerys Targaryen, interpretada por Emilia Clarke.

O jornalista perguntou se Momoa se arrependia de tê-la feito, uma vez que esse um dos momentos mais discutidos de toda a história, já que o acontecimento não aparece nos livros de George R. R. Martin.

0

O ator respondeu demonstrando certo desconforto. “Bem, era importante retratar o Drogo e seu estilo. Você está vivendo alguém que é como um Genghis Khan. Foi uma cena muito, muito difícil de gravar, mas era o meu trabalho interpretar esse cara — não foi uma coisa boa, mas era a natureza dele. Não é o meu trabalho me perguntar: ‘Será que eu faria isso?’. Ninguém nunca me questionou antes se eu me arrependia de ter gravado uma cena como um personagem. Digamos uma coisa: eu já fiz isso. Não faria de novo”, explicou o ator.

A pergunta, contudo, ficou na cabeça de Momoa, que resolveu desabafar no final na entrevista. “Quando você mencionou Game of Thrones, disse coisas sobre os acontecimentos do personagem e se eu faria de novo. Fiquei chateado quando você me perguntou isso”, admitiu.

“É nojento – colocar como se fosse minha responsabilidade mudar algo. Como se um ator tivesse escolha para fazer isso. Não temos permissão para fazer nada. Existem produtores, escritores, diretores, e você não pode entrar e ser tipo: ‘Não vou fazer isso porque não está certo no clima político’. Isso nunca acontece. Portanto, é uma pergunta nojenta. Saiba disso”, completou. Foi o próprio repórter que expôs a irritação do ator com o questionamento na matéria do jornal norte-americano.

Últimas notícias